Cortina Header
  Gestão Orçamental

Antecipar outros encargos

Saiba mais »

 | Antecipar outros encargos  | Antecipar outros encargos
Motores

Chuva forte: cuidados ao volante

Publicado em 16-01-2018 por Cofina Conteúdos

Chuva forte e, nalguns casos, inundações provocadas pela mesma representam um perigo para quem anda na estrada. Atenção redobrada e cuidados extras são essenciais para evitar acidentes e aumentar a sua segurança.

Prevenir é sempre a palavra-chave para uma condução mais segura, e com chuva ou outras condições adversas mais ainda. Certificar-se de que os pneus estão em bom estado, com a pressão recomendada, e que as escovas do limpa-para-brisas estão em boas condições são cuidados que não deve descurar nunca.

Distância, uma amiga

Aumentar a distância de segurança para o veículo à sua frente deve ser uma prioridade. Lembre-se de que com o piso molhado, os carros demoram mais tempo a parar, em muitas situações cerca de duas vezes. Daí a importância de reduzir também a velocidade para assegurar que tem tempo suficiente para reagir a eventuais imprevistos ou perda de controlo do seu carro. Para ter uma ideia, com piso molhado, deve haver uma margem mínima de quatro segundos entre si e o veículo da frente, para poder parar caso ele trave abruptamente ou colida com o automóvel à frente dele.

Luzes de nevoeiro não!

Evite usar as luzes de nevoeiro – numa situação de chuva podem comprometer a visibilidade dos condutores que seguem atrás de si, impedindo-os, entre outras situações, de ver as suas luzes de travões.

Rua alagada?

Chuva forte é frequentemente sinónimo de ruas e estradas alagadas. Se for surpreendido com uma situação deste tipo e não puder evitá-la, saiba que pode avançar com água até uma altura de cerca de metade da roda. Siga em primeira a uma velocidade constante para evitar a entrada de água no tubo de escape e/ou no motor e tente chegar a uma zona não inundada o mais rapidamente possível.
Conduzir em zonas alagadas com água acima de metade da roda pode comprometer a sua segurança, bem como aumentar o risco de danos no veículo. Se a água chegar ao filtro de ar, é grande a probabilidade de ser aspirada para o motor, por isso não arrisque. Saia e ligue para a assistência em estrada ou reboque.

Ligue o rádio

Com mau tempo, as estações de rádio são uma boa forma de se manter informado sobre a evolução das condições climáticas e o tráfego na área.

Em caso de aquaplanagem

Quando a água se acumula sobre o asfalto, há um risco acrescido de os pneus perderem a aderência, o que leva a que o carro possa literalmente surfar na estrada. Manter a calma é essencial para ultrapassar uma situação deste tipo em segurança. Se lhe acontecer, evite travar – aliás, qualquer tentativa brusca de tentar controlar o carro pode piorar a situação. Tire o pé do acelerador suavemente e pode rodar o volante controladamente para evitar chocar contra eventuais obstáculos e orientar o veículo. Não trave nunca a fundo. Use o travão se for realmente necessário e com cuidado.

Em caso de avaria

Antes de mais, mantenha a calma. Acione as luzes de emergência e mantenha os médios ligados. Sempre que possível imobilize o veículo numa zona com visibilidade. Vista o colete refletor, monte o triângulo ainda no interior do automóvel se achar que fazê-lo fora pode comprometer a sua segurança e coloque-o a uma distância nunca inferior a 30 metros, à retaguarda do veículo. Ligue para a assistência em estrada ou para um reboque e espere até à sua chegada.