Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Antecipar outros encargos

Saiba mais »

 | Antecipar outros encargos  | Antecipar outros encargos
Motores

Descida abrupta de temperaturas? Conheça os cuidados extras a ter com o seu carro

Publicado em 30-01-2018 por Cofina Conteúdos

Quando as temperaturas descem, proteger os automóveis do frio é essencial para o seu bom funcionamento.

Assegurar-se de que a bateria se encontra em boas condições é um dos cuidados que deve procurar ter sempre com o seu automóvel, especialmente quando as temperaturas descem nos dias mais frios de inverno, atingindo em muitas zonas valores negativos. Um dos principais problemas dos automóveis de inverno é precisamente não “pegarem”. Se a bateria tiver atingido o final da sua vida útil, substitua-a. Até lá, verifique se os cabos não se soltam facilmente e se não há sinais de corrosão, que se manifesta através de um pó esbranquiçado. Se houver, limpe com uma escova de dentes, água e bicarbonato de sódio os cabos e os conectores, seque com rolo de cozinha, por exemplo, e volte a ligar tudo.

Correia de distribuição

Desgaste excessivo ou rachas nas partes dentadas da correia de distribuição merecem uma deslocação à oficina. Adiar este passo pode implicar o seu rebentamento, especialmente com frio, o que regra geral se traduz também em danos no motor. Manchas de óleo na correia indicam fugas, não convindo ignorá-las. Para substituir a correia de distribuição, procure a ajuda de um profissional.

Anticongelante precisa-se

Também conhecido por líquido de refrigeração, é frequentemente negligenciado, apesar da sua importância em temperaturas extremas. No caso do frio, impede a congelação da água do circuito de refrigeração do motor, permitindo que a mesma circule livremente. Quando congela, a água expande-se, podendo provocar fissuras em algumas partes do motor, comprometendo o seu funcionamento, bem como o de todo o automóvel.

Pneus

Sair do carro para encher os pneus com frio não é agradável, é um facto, mas como as temperaturas tendem a reduzir a pressão dos pneus, trata-se de um hábito a manter. Especialmente tendo em consideração que o piso molhado ou com gelo já é um fator de risco considerável. Certifique-se de que os valores são os recomendados para o seu carro – consulte o manual ou a porta do condutor para confirmar.

Carro abrigado

Com temperaturas baixas, manter o carro parado durante a noite numa garagem é o ideal, mas se não for possível, tente protegê-lo, estacionando-o em zonas abrigadas. Procure pará-lo com o capô o mais perto possível de edifícios para maior proteção contra o vento.

Devagar se vai longe

Em dias muito frios, mantenha o carro ligado – não precisa acelerar – um ou dois minutos antes de começar a conduzir para que o óleo possa aquecer um pouco. Se o tempo for escasso, evite grandes acelerações nos primeiros minutos de condução.

Pneus para a estação?

Mudar para pneus de inverno é uma opção a considerar se vive ou se desloca com frequência em zonas com descidas acentuadas de temperaturas no inverno, já que têm bastante melhor desempenho em pisos com gelo ou neve.

No caso de neve, particularmente em situações pontuais, tem também como opção as correntes, que lhe garantem uma maior segurança na estrada. Evite travagens e aceleramentos bruscos e duplique a distância de segurança entre o seu veículo e o da frente.

Se o veículo ficar preso na neve ou gelo, comece por remover com uma pá a neve à volta de todos os pneus e à frente dos mesmos e só depois deve tentar arrancar em primeira. Poderá ter de recorrer a tábuas ou outros objetos à frente e debaixo das rodas para assegurar alguma motricidade.

Máxima visibilidade

Uma vez que as condições climáticas no inverno comprometem facilmente a visibilidade, é fulcral manter os limpa-para-brisas e as escovas em boas condições. Para aumentar a visibilidade e a sua segurança, junte líquido limpa-para-brisas específico para o inverno no reservatório respetivo.