Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Manter alguma liquidez

Saiba mais »

 | Manter alguma liquidez  | Manter alguma liquidez
Lifestyle

Natal: prendas de última hora

Publicado em 12-12-2017 por Cofina Conteúdos

Se ainda não tratou das prendas de Natal, não desespere. Está ainda muito a tempo! Basta seguir os nossos conselhos.

Depressa e bem não há quem, diz-se, até porque a pressa é inimiga da perfeição e no que respeita as prendas natalícias, isto é bem verdade. Por isso, mesmo com o tempo a escassear, sente-se com calma e defina o orçamento disponível para todas as prendas. Faça depois uma lista das pessoas a quem quer ou tem de oferecer algo nesta época e defina o limite máximo a despender com cada uma e o que cada uma pode gostar. Deambular pelas lojas e mercados em busca da prenda ideal nesta fase em que a agenda tende a sobrecarregar-se já não é muito viável. Simplificar deve ser a palavra de ordem.

Cheques-prenda

São sempre uma boa opção – em alguns casos, mesmo a melhor – já que além de darem abertura para a pessoas escolher algo da sua preferência, pode evitar o constrangimento da troca. Se quiser personalizar um pouco, junte-os a uma caixa de chocolates, uma caneca engraçada, um caderno de notas. De lojas de roupa a aulas de surf, livros e tecnologia, são muitas as possibilidades.

Experiências

Um jantar gourmet, uma noite ou duas numa pousada ou turismo rural, um workshop de culinária ou batismo de voo/mergulho, uma degustação de vinhos, entre muitos outros exemplos, não dececionarão certamente e o melhor de tudo é que nem precisa de sair de casa. Tem tudo à distância de um clique, online, sem sair de casa. Basta imprimir os vouchers e embrulhar.

Online, por que te quero!

Se não deixar passar muitos mais dias, está ainda a tempo de receber as prendas adquirida online diretamente em casa, no local de trabalho, se permitido ou noutra morada da sua preferência, sem engarrafamentos, empurrões ou frio. E, em muitos sites, ainda consegue aceder a sugestões várias (algumas a preço mais reduzido) para se inspirar.

Divinas iguarias

Comida, regra geral, é uma boa aposta, mas evite restringir-se aos clássicos chocolates, que nem toda a gente aprecia ou consome. Doces para acompanhar queijos ou patés, um conjunto de mostardas diferentes, um azeite especial, uma seleção de latas de conservas ou de cervejas artesanais, só para dar alguns dos muitos exemplos, farão as delícias dos seus apreciadores.

Se tiver jeito para a culinária, uma ida ao (super)mercado permite-lhe reunir os ingredientes necessários para preparar chutneys, curd de limão, doce de leite, picles, bolachas (doces ou salgadas), sal ou azeite aromatizado, queijo de cabra marinado, caramelos, etc.

Orçamento baixo?

Se as suas finanças ou planos não lhe permitem grandes despesas neste Natal, pode sempre oferecer um pouco de si, mais precisamente, tempo. Basta imprimir um “certificado” que garanta a oferta da sua disponibilidade e tempo para uma noite de cinema ou de copos, umas horas de baby/pet-sitting, dois cafés ao final do dia, ensinar a fazer tricô ou uma sobremesa em que seja especialista.