Cortina Header
  Gestão Orçamental

Antecipar outros encargos

Saiba mais »

 | Antecipar outros encargos  | Antecipar outros encargos
Lifestyle

Reduza a sua pegada de plástico este Natal e não só

Publicado em 08-12-2017 por Cofina Conteúdos

Mais de oito milhões de toneladas – sim, leu bem – de plástico são despejadas todos os anos nos oceanos, prevendo-se que em breve haja mais plástico do que peixes no mar. Alterar isto depende de todos nós, sem exceção. Saiba o que pode fazer, a começar já este Natal.

De acordo com a fundação Plastic Oceans, o plástico produzido globalmente nos últimos dez anos ultrapassa já todo aquele que foi produzido no século passado. Feitas as contas, estima-se que sejam produzidas atualmente perto de 300 toneladas de plástico todos os anos, metade do qual para uso único. A solução para este problema passa também por nós. Pouco a pouco é possível fazer a diferença.

Saco reutilizável

Um hábito cada vez mais disseminado entre nós, ter sempre consigo, na mala, bolso ou carro, um saco reutilizável – há também em formato mochila – evita levar para casa inúmeros sacos de plástico cuja vida útil não ultrapassa em média mais do que alguns minutos. Opte pelos mais leves, facilmente dobráveis, mais práticos para transportar as prendas de Natal e compras do dia a dia.

Ornamentos naturais

Troque as decorações natalícias por elementos naturais, substituindo gradualmente as de plástico que devem ser colocadas para reciclagem. Madeira, folhagem natural, vidro, bolachas, fitas de tecido, por exemplo, são uma boa alternativa.

De vidro, por favor

Sempre que comprar produtos engarrafados, escolha garrafas não plásticas; se não tiver outra opção, prefira adquirir garrafas com capacidade maior do que mais de menor capacidade. Comprar uma garrafa reutilizável e encher na torneira ou fonte é outro dos passos a dar para reduzir a quantidade de plástico desperdiçado. Esta é, aliás, também uma boa prenda para oferecer este Natal. Tal como lancheiras, talheres, canecas para café ou chá e copos reutilizáveis.

Palhinhas não!

Um dos maiores problemas para os animais marinhos que as confundem com comida ou inalam pelo nariz, as palhinhas são um hábito a abandonar desde já. Deixe de servi-las em sua casa e sempre que pedir as suas bebidas, solicite que não tragam palhinhas. Para os mais novos, pode investir em palhinhas reutilizáveis.

Embrulhos para vários anos

Coloque as prendas de Natal em sacos de papel reaproveitáveis, que possam ser (re)usados no próximo ano e nos seguintes eventualmente. Deixe os embrulhos em papel para os mais novos, mais entusiasmadas a abri-los.

Separe

Terminadas as festas, separe o lixo e recicle não só o plástico, como todo o papel, vidro e óleo de fritura, tão usado nesta quadra.