Cortina Header
  Gestão Orçamental

Realizar poupança

Saiba mais »

 | Realizar poupança  | Realizar poupança
Casa

À prova de calor

Publicado em 19-06-2017 por Cofina Conteúdos

Com as temperaturas altas a fazerem-se sentir, é bom conseguir-se proteger do calor. Ficam algumas sugestões.

Em casa, procure manter os estores e janelas fechados nos períodos de maior calor e abra-os ao final do dia para deixar o ar – já mais fresco – circular.

 

Rápido e eficaz

Colocar uma compressa gelada à volta do pescoço durante alguns minutos é uma forma bastante eficaz de fazer face a temperaturas elevadas se não tiver acesso a ar condicionado. Um saco de frio/calor que tenha estado umas horas antes no congelador é também uma ótima solução. Se estiver em casa, banhos ou duches de água fria são também um bom recurso.

 

Água precisa-se

Beba água, chá ou sumos de fruta diluídos em água, por exemplo, de preferência frios, já que além de assegurarem uma boa hidratação, ajudam a baixar um pouco a temperatura do corpo, contribuindo para uma maior sensação de bem-estar.

Evite bebidas cafeinadas e/ou alcoólicas dado poderem acelerar a desidratação por terem um efeito diurético.

 

Risco acrescido

Crianças, idosos e pessoas com problemas de saúde devem manter-se em locais frescos. Se a casa estiver muito quente e for difícil baixar a temperatura, talvez seja uma boa ideia procurar espaços com ar condicionado, como bibliotecas, museus ou centros comerciais, por exemplo. Se tiver amigos, familiares ou vizinhos com maior risco que vivam sozinhos, contacte-os com regularidade para confirmar que se encontram bem.

 

Refeições leves

Prefira refeições mais leves. Quando mais pesada for a refeição, mais trabalho se exige ao organismo para a sua digestão, o que gera um maior aumento da temperatura corporal.

 

Na hora de escolher a roupa

Prefira tecidos leves de cores claras que ajudam a refletir melhor o calor. Evite ainda tecidos sintéticos, exceção feita aos tecidos técnicos desenvolvidos para a prática desportiva, por exemplo, optando antes por materiais naturais.

 

Exercício fora de portas

Evite treinar nas horas de maior calor e não saia de casa sem beber antes um copo de água bem fresca – que ajuda o organismo a ajustar-se melhor ao calor que se faz sentir – e leve sempre uma garrafa de água, preferencialmente com uma dose generosa de cubos de gelo.

 

Atenção ao automóvel

As temperaturas no interior dos veículos podem atingir muito rapidamente valores perigosos, em particular para crianças e animais, mesmo deixando as janelas parcialmente abertas. Não os deixe nunca num veículo parado.

 

Procure ajuda médica

Tonturas, dificuldade em respirar, desorientação, sede intensa, fraqueza, dor no peito são sintomas que não deve ignorar durante períodos de intenso calor. Se persistirem, procure aconselhamento médico.

Patudos em risco

Se tem animais de estimação, lembre-se que também eles são afetados pelas temperaturas elevadas. Mantenha-os nas zonas mais frescas de casa, assegure-se que têm sempre água e exponha-os o menos possível ao calor. No caso dos cães, prefira locais com sombra para os passear e afaste-os do asfalto, que pode queimar-lhes as patas. Evite também submetê-los a grandes esforços físicos.