Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Prever as suas despesas

Saiba mais »

 | Prever as suas despesas  | Prever as suas despesas
Lifestyle

Dia da Mãe: sugestões para mimar a sua

Publicado em 03-05-2018 por Cofina Conteúdos

O Dia da Mãe celebra-se dia 6 e se ainda não sabe como celebrar esta data tão especial, veja as nossas sugestões para a mimar

Para os mais novos, é sempre uma boa ideia surpreender a mãe com um bom pequeno-almoço na cama, com tudo a que ela tem direito: torradas, ovos mexidos, panquecas, sumo de laranja, overnight oats (com mirtilos + nozes-pecãs + mel/coco ralado + amêndoas + raspa de casca de limão/maçã + canela + xarope de ácer/manteiga de amendoim + banana, etc.), croissants, enfim, todas as iguarias de que ela mais gosta. Tudo num tabuleiro, decorado a preceito dado o dia tão especial. Só precisa de se certificar de que tem todos os ingredientes necessários antes e deixar depois a cozinha arrumada. Se a cozinha não é o forte de ninguém em casa, pode sempre encomendar. Na área de Lisboa, Loures e Amadora, o Brunch at Home pode ser uma solução. No Porto ou em Lisboa, tem também o Miss Morning, sendo necessário encomendar no dia anterior, até às 20h, pelo telefone 931 451 242 ou, até às 22h, online.

Se já não vive na mesma casa, vá buscá-la e ofereça-lhe o pequeno-almoço – ou brunch, se preferirem – fora. É sempre uma excelente forma de se começar um domingo.

Para mães que gostem de música, o Hard Rock Cafe Lisboa propõe um pequeno-almoço buffet a partir das 9h30, seguido, às 10h30, de um workshop de criação de instrumentos musicais a partir de materiais reciclados, feito pela Associação Sailors for the Sea Portugal. A pensar também nas melhores mães do mundo, o Grupo Hotéis Real sugere um delicioso brunch num dos seus restaurantes em Lisboa, Oeiras, Cascais ou Olhão, mas espalhados por todo o país, não faltam locais onde levar a sua. Aproveite.

 

Tempo para relaxar

Se há coisa que as mães não têm ou têm pouco é tempo. Tempo para elas, para se mimarem ou se dedicarem a algo de que realmente gostam. Se é o caso da sua mãe ou da mãe lá de casa, está mais do que na hora de lhe proporcionar esta oportunidade. Um voucher para o cabeleireiro, quem sabe para uma mudança de visual apetecida, para uma sessão de manicura e/ou pedicura, uma massagem ou um dia passado num spa são um bom ponto de partida e, o melhor de tudo, é que facilmente encontra um perto. No entanto, pode sempre juntar uns dias e rumar até ao Norte, Alentejo, Algarve, Açores e Madeira. Asas opções são mesmo muitas e para as mais variadas bolsas.

Para as apreciadoras, os retiros de ioga, desenvolvimento pessoal, silêncio e/ou meditação, entre várias alternativas, são outra opção. O Retiro d’Aveiras, no sopé da serra de Montejunto, o Ser Integral, Centro Português de Mindfulness, no Porto, ou o Centro de Retiros Karuna, na serra de Monchique, são boas possibilidades.

 

Aprender sempre

Cozinha, jardinagem, ikebana, enologia, escrita criativa, desenvolvimento pessoal, astrologia, física, biologia, fotografia, tricô e costura… não faltam cursos e workshops de curta duração que decerto agradarão à sua mãe. Surpreenda-a. Quem sabe não aproveita e se junta a ela. Os sites Workshops, Maria Modista, Escrever, Escrever, Wine Club Portugal, por exemplo, são um bom partida.

 

Momentos em família

Proporcionar-lhe a oportunidade de passar a tarde com os filhos e os netos ou mesmo bisnetos num ambiente acolhedor, mesmo fora de portas, é talvez o melhor programa para assinalar esta data. Reúna jogos de tabuleiro, osfilmes preferidos, , muna-se de snacks e bebidas para acompanhar. Convide a família e desfrute de momentos memoráveis, deixando o telemóvel desligado ou longe. Pode também aproveitar a melhoria do tempo para uma “escapadela” à beira-mar ou beira-rio, uma pequena viagem ao Alentejo, ao Oeste, a Aveiro, a um parque aventura, à serra de Sintra, a Guimarães, ou um passeio pedestre na Via Algarviana, nos Passadiços do Paiva ou no Trilho de São Cristóvão do Douro. E para as mulheres da família, porque não uma tarde a dançar sevilhanas ou country dance line?


Palavras-chave: