Powered by

Cetelem
Notas em Dia
Poupe nas suas compras: saiba comoPoupe nas suas compras: saiba como

Poupe nas suas compras: saiba como

Poupe nas suas compras: saiba como

É nas compras – supermercado, farmácia, roupa, eletrónica, etc. – que se gasta provavelmente a maior fatia do orçamento disponível. Saiba como poupar nestas despesas, sobretudo agora, no pós-Natal e ano novo, conhecidos pelo rombo deixado nas finanças pessoais.

Há aquilo que se quer e aquilo que se precisa e quando o objetivo é cortar nas despesas é neste último aspeto que tem de se focar. Comece então por fazer uma lista daquilo que habitualmente compra num mês típico – pedir faturas de tudo, inclusive cafés, e reuni-las é provavelmente a forma mais simples de o fazer. Depois de tudo anotado, risque aquilo de que pode prescindir.

 

Listas, listas, listas

Habitue-se a fazer sempre listas. Cole-as no frigorífico, por exemplo, o que possibilita a todos os elementos da família apontarem também aquilo que lhes faz falta. E já que falamos de frigorífico, cole na porta do congelador um quadro magnético e anote o que lá tem dentro para uma melhor gestão não só de compras mas também de programação de refeições – pode acrescentar ainda o mês de “entrada” como guia para saber o que deve consumir prioritariamente.

 

Compare preços

“Perca” tempo a consultar os folhetos promocionais das áreas comerciais perto de sua casa ou do local de trabalho e opte pelos produtos de preço mais simpático. Explore também os mercados e comércio local e descubra o que lhe sai mais barato.

Use este método também para eletrodomésticos, eletrónica e até ração para animais – há sites com preços extremamente competitivos, mesmo com porte incluídos, e nem sequer precisa de sair de casa já que lhe entregam à porta.

 

Não ceda a impulsos

Não está na lista? Não compre! Evite compras por impulso. Vá para casa e reflita sobre o assunto, sobretudo quando o preço não é dos mais acessíveis. Há exceções, naturalmente, um ingrediente que se esqueceu de anotar, mas não tem já em casa, umas fraldas com uma promoção extraordinária, por exemplo.

Em caso de dúvida, opte sempre por não levar. Pode sempre regressar no dia seguinte, após uma boa reflexão.

 

Atenção às promoções

Três artigos pelo preço de dois, 25 por cento de produto grátis, etc. são promoções e ofertas frequentes nas superfícies comerciais cujo objetivo antes de mais é levar os clientes a comprar. Antes de encher o carrinho, compare os preços por unidade, por kg ou por litro e prepare-se algumas vezes para uma surpresa.

 

Não se deixe seduzir pelos saldos

Preços apelativos, mesmo que se trate de verdadeiras pechinchas, não significa que os tenha de comprar. Invista em artigos que necessita e não apenas porque estão baratos. Caso contrário, arrisca-se a encher o roupeiro com mais uma peça que não usa e quem sofre é o seu pé-de-meia.

 

Segunda mão, porque não?

Precisa de um vestido que só vai usar uma vez? O seu filho quer um jogo para a consola? Invista em artigos de segunda mão. Invista roupa, móveis, eletrodomésticos, brinquedos, jogos de consola e até mesmo telemóveis, entre inúmeras outras opções, podem já adquirir-se facilmente usados e em excelentes condições. Aproveite e venda também aquilo que já não usa e que esteja em bom estado; pode também doar, se preferir.

 

Entediado? Não faça compras!

Evite fazer quaisquer compras quando está aborrecido ou não tem mais nada para fazer ou arriscar-se-á a ver-se a braços com uma mão-cheia de sacos perfeitamente dispensáveis.