Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Manter alguma liquidez

Saiba mais »

 | Manter alguma liquidez  | Manter alguma liquidez
Motores

Oito dicas para evitar acidentes na estrada

Publicado em 13-09-2019 por Cofina Conteúdos

Respeitar o Código da Estrada e manter o seu automóvel em bom estado é meio caminho andado para minimizar o risco de ter acidentes, mas há muito mais que pode fazer para os prevenir.

Regresso à rotina após as férias e escolas a abrirem as portas para iniciarem o ano letivo trazem consigo também um inevitável aumento de trânsito e frequentemente também de acidentes, muitos dos quais evitáveis se tomados alguns dos cuidados que abaixo lhe indicamos.

1. Identifique os pontos cegos do veículo

Todos os automóveis têm pontos cegos, áreas ao redor das quais não se tem visibilidade enquanto se conduz, mesmo recorrendo aos espelhos retrovisores. Identifique-os no seu carro e redobre a atenção aos mesmos. Lembre-se de que quanto maior o veículo maior o número de pontos cegos.

Ajustar bem todos os espelhos retrovisores, bem como os encostos de cabeça, é um dos passos que não deve descurar para assegurar uma melhor visibilidade.

2. Familiarize-se com o resto do seu carro

Apesar de o conduzirem regularmente, muitas pessoas desconhecem muitas particularidades do seu automóvel. Por exemplo, como funciona o sistema de controlo da velocidade de cruzeiro ou mesmo algo tão simples como saber se o mesmo vem equipado com pneu sobressalente ou o que significam todas as luzes do tablier. Familiarizar-se com o funcionamento e com o comportamento do seu carro permite-lhe melhores reações em caso de imprevistos.

3. Atenção nos semáforos

Sempre que estiver em primeiro lugar atrás do semáforo, não se precipite na passagem para o verde. Tenha em atenção os mais apressados que podem ter passado com o vermelho, cruzando-se à sua frente. Olhe sempre brevemente para os lados para se certificar de que não vem ninguém.

4. Os condutores são imprevisíveis

Este é o mote pelo qual se deve reger sempre que estiver a conduzir. Não deve nunca contar que parem num stop ou que façam pisca. Embriaguez, distrações, falhas ou puro desrespeito estão na origem de muitos acidentes. Mantenha-se atento.

5. Mãos no volante

Manter ambas as mãos ao volante, colocadas de modo correto. Devem manter-se, tendo como referência os ponteiros de um relógio, entre as dez para as duas e as três menos um quarto. Esta é a forma mais eficaz de controlar o automóvel. Se precisar de alterar a estação de rádio, por exemplo, faça-o mantendo sempre uma mão no volante. Algo tão simples como um buraco na estrada ou o furo de um pneu é o suficiente para perder o controlo do carro no caso de não segurar bem o volante.

6. Atenção às distrações

As distrações ao volante são uma das principais causas de acidentes na estrada. Fazer chamadas ou responder a SMS, fumar, fazer-se acompanhar de um cão ou gato solto, por exemplo, são algumas das situações que podem comprometer seriamente a sua segurança.

Leia também: Distrações ao volante: quais são e como preveni-las

7. Evite a faixa da esquerda

Teoricamente, a faixa mais rápida das autoestradas, a faixa da esquerda, deve ser evitada quando as vias de circulação à sua direita estiverem livres/desimpedidas. Usar a faixa da esquerda, aliás, dá direito a multa. A faixa da esquerda deve ser usada para fazer ultrapassagens ou, no caso de bifurcação, para selecionar a sua direção.
Como se trata de uma faixa de velocidade elevada, é também aquela em que é mais difícil fugir de situações perigosas.

8. Atenção a crianças e não só

Especialmente em zonas residenciais, convém estar atento à possibilidade de crianças ou animais “saltarem” para a estrada, surgindo de repente à sua frente. Mas não é só com crianças e animais que deve preocupar-se – bicicletas e trotinetas merecem cada vez mais atenção.