Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Prever as suas despesas

Saiba mais »

 | Prever as suas despesas  | Prever as suas despesas
Casa

Rega no verão, cuidados para manter as plantas no seu melhor

Publicado em 10-05-2018 por Cofina Conteúdos

Quando as temperaturas mais elevadas se fazem sentir, as plantas necessitam de uma maior atenção para não sofrerem com os efeitos do calor e da seca. Saiba como proceder para manter as suas plantas saudáveis e viçosas nesta época

As plantas precisam de mais água durante os meses de verão, sendo essencial regá-las regularmente, uma ou duas vezes por semana e/ou sempre que o substrato estiver seco. A exceção são as suculentas, que aguentam longos períodos sem água.

 

Melhor altura

O ideal é regar no início da manhã ou final do dia/noite, altura em que a água demorará mais tempo a evaporar, ao contrário do que se o substrato estiver quente. Regue o suficiente para a água chegar a todo o substrato, evitando no entanto o seu encharcamento. Procure regar sempre uniformemente à volta de toda a planta para evitar o desenvolvimento desequilibrado das raízes, o que pode comprometer a absorção dos nutrientes do solo.

Preste especial atenção às plantas com maior exposição ao sol e vento, bem como àquelas que estiverem plantadas em vasos de argila ou terracota, mais absorventes.

 

Humidade mais duradoura

Colocar uma camada de casca de pinho, palha, gravilha sobre o substrato ajuda também a manter por mais tempo a humidade do substrato.

 

Água na terra mas não nas folhas

Evite molhar as folhas quando rega as suas plantas. Expostas ao sol, as gotas de água sobre as folhas podem criar um efeito lupa, queimando-as e originando a formação de manchas acastanhadas ou amareladas; água nas folhas à sombra pode também provocar doenças.

 

… nem no prato

Deite água no vaso apenas até começar a escorrer para o prato. Espere um pouco e esvazie o prato do vaso, já que a água que ali fica estagnada pode levar ao apodrecimento das raízes.

Atenção, quando a terra seca em excesso, a água tende a escorrer pelos orifícios dos vasos sem ser absorvida pelas raízes. Se isto acontecer, deite a água a um ritmo lento. No caso de se esquecer de regar e o substrato “se descolar” do vaso, deixando uma margem de espaço livre à sua volta, use uma pá, por exemplo, para ajudar a preencher com substrato esse espaço e regue só depois – se não o fizer, a água vai escoar por aí, não chegando às raízes.

 

Longe do ar condicionado

O ar condicionado seca o ar, a pele e também as plantas, se diretamente expostas ao mesmo, por isso afaste as suas plantas da linha de ventilação. Nalguns casos, vaporizar à distância as planta ajuda a contrabalançar os efeitos do ar condicionado.

 

Nas férias

Se não tiver ninguém que lhe regue as plantas nos períodos de ausência, o ideal é optar por vasos com autorrega ou instalar sistema de rega gota a gota. Em alternativa, pode encher uma garrafa grande de água, perfurar a tampa e invertê-la, fixando-a no substrato. Outra hipótese requer encher um recipiente com água e utilizar um atacador de nylon esticado, por exemplo, cujas pontas devem ser inseridas uma na água e outra cerca de 5-7,5 cm na terra. Fraldas descartáveis são outra alternativa, mas, para isso, tem primeiro de retirar a planta e substrato do vaso, colocar uma fralda no fundo ou paredes laterais do vaso e replantar – a fralda ajuda a reter humidade. Nas lojas da especialidade encontra também cones de rega e água em gel.