Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Antecipar outros encargos

Saiba mais »

 | Antecipar outros encargos  | Antecipar outros encargos
Lifestyle

Viajar só pela primeira vez

Publicado em 17-06-2019 por Cofina Conteúdos

Viajar sozinhos dá-nos uma liberdade total e todo um mundo novo para descobrir à nossa maneira e ritmo próprio. Se está a planear dar o grito do Ipiranga no que toca a viajar, ficam algumas dicas para tudo correr pelo melhor.

Ver o que se quer, partir à aventura logo pela madrugada – ou mais perto do meio-dia se nos apetecer -, “perdermo-nos” ao nosso ritmo nos meandros e recantos do destino que escolhemos, comer o que gostamos e partilhar a experiência com ilustres desconhecidos, outros viajantes como nós ou habitantes com segredos locais para revelar são algumas das vantagens de se viajar sozinho. Naturalmente, pode ser também algo intimidante, por isso ficam algumas sugestões para lhe facilitar todo este processo e assegurar que tudo corre pelo melhor.

Informe-se sobre o destino

Hoje em dia, bastam alguns minutos para obter informações sobre os locais que escolheu para visitar, por isso aproveite e procure informar-se ao máximo sobre o que a espera e como melhor aproveitar o seu tempo. Dicas turísticas, para melhor planear o seu roteiro, informação sobre os melhores locais para se alojar e comer, se a água da torneira é potável, curiosidades, como ir da estação/aeroporto para o alojamento, dicas de etiqueta (não andar de calções ou ombros à mostra, por exemplo, se pode ou não comer pastilha elástica, se deve ou não dar gorjeta), tradições locais, etc. A situação política no país, surtos de doenças que exijam algum cuidado adicional, ou quaisquer outras situações que sejam pertinentes são outros dos aspetos a que deve dar atenção.

Vistos e afins

Antes de fazer as malas e partir, informe-se acerca de eventuais requisitos exigidos pelo(s) país(es) de destino. Visto de entrada, passaporte válido pelo menos durante seis meses à data de entrada/regresso do país, bilhete de regresso, confirmação de alojamento e/ou de possuir dinheiro em quantidade suficiente para se sustentar durante a estada e vacinas ou profilaxia de doenças são algumas das exigências feitas por alguns países.
Saiba sempre onde tem os documentos e faça uma cópia, caso perca os originais ou os mesmos sejam roubados, estes não os substituem, mas podem ajudar. Digitalizar os documentos e guardá-los na cloud deve ser também uma opção. Pode também utilizar a nova aplicação id.gov.pt – uma aplicação oficial do estado português – que permite mostrar documentos como cartão de cidadão.

Medicina do Viajante

“Sempre que pretenda viajar para um destino longínquo, dentro ou fora da Europa, deverá recorrer a um aconselhamento médico pré-viagem/consulta de saúde do viajante, que deve ser efetuada, com alguma antecedência (4 a 6 semanas antes da partida)”, recomenda o Serviço Nacional de Saúde. Além de tratamentos de profilaxia e vacinação, estas consultas visam informar sobre os cuidados a ter, bem como direitos, facilidades e garantias no que toca a cuidados de saúde durante a viagem, por exemplo.
Encontra mais informações no artigo “Vai viajar? Já marcou uma consulta de Medicina do Viajante?”

Segurança

A segurança deve ser prioritária em viagem – é melhor prevenir que remediar – sobretudo se se viaja a solo. Antes mesmo de partir, considere fazer um seguro de viagem/saúde, adequado às suas necessidades e destino.
Deixe o itinerário previsto da viagem e contactos de alojamento e sempre que possível dê notícias para se saber que está bem.
Prefira voos que cheguem ainda durante o dia ao local de destino, especialmente se não tiver transfer para o hotel.
Evite andar sozinho(a) em locais isolados à noite. Cuidado com o excesso de álcool e redobre os cuidados com as bebidas que lhe servirem.
Se não sentir segurança relativamente a táxis ou Uber, informe-se sobre a melhor forma de se deslocar na receção do seu alojamento ou junto de um agente de segurança, se necessário.
Seja discreto. Homem ou mulher. Não ande na rua com jóias ou relógios caros nem com aparelhos eletrónicos chamativos – os turistas são sempre alvos fáceis; não facilite ainda mais. Muito dinheiro à vista é outra coisa que deve evitar. Divida-o e guarde-o em vários locais separados.

Água e snacks

Manter consigo alguns snacks e água é sempre uma boa opção em viagem a começar logo pelo avião ou outro meio de transporte escolhido, que pode não ter oferta alimentar. Podem também dar jeito, caso deseje alterar os planos e ficar mais tempo do que o previsto inicialmente nalgum local. Em destinos mais exóticos, são igualmente uma alternativa à comida local quando haja dúvidas sobre a sua confeção e ingredientes, especialmente em caso de alergia ou intolerância alimentar.

Farmácia SOS

Deverá levar consigo ainda um estojo básico de primeiros socorros, com antissético, pensos rápidos, soro fisiológico, analgésicos, antidiarreicos, anti-histamínicos e repelente de insetos – em caso de dúvida pergunte ao seu médico (ou ao de Medicina de Viajante) ou farmacêutico o que deve incluir.

Bagagem q.b.

Sabe aquele(a) amigo(a) que ainda não saiu de casa e já tem a mala abarrotar e no regresso ou paga excesso de bagagem ou distribui pelos companheiros de viagem os pertences “excedentes”. É um erro comum que quem viaja sozinho e sobretudo pela primeira vez deve evitar: além do peso que tem de carregar, há locais em que os acessos podem dificultar o seu transporte. Leve o essencial e no que toca a roupa, prefira peças leves que possa vestir em camadas ou tirar de acordo com o tempo.

Plano B

Não deixar tudo ao acaso nem planear tudo ao mais ínfimo detalhe é uma boa receita para uma viagem bem-sucedida, mas é bom ter uma ou outra alternativa em aberto caso queira mudar de planos, algo tão simples como querer prolongar a estadia numa localidade porque descobriu um sítio fantástico que não estava nos guias de viagem ou mudar o rumo para poder seguir viagem com um grupo simpático de pessoas que entretanto conheceu.
Já agora, informe-se sobre a possibilidade de alterar datas de viagem e de alojamento.


Palavras-chave: