Powered by

Cetelem
Notas em Dia

Resoluções para 2020, a chave para o sucesso

Resoluções para 2020, a chave para o sucesso

O período é propício para fazer um balanço ao que ficou para trás e decidir o que vai mudar após as 12 passas e os brindes ao novo. Saiba como manter o foco e cumprir os objetivos a que se propõe.

Todos os anos repetimos o mesmo ritual, anotando ou memorizando tudo aquilo que queremos ver mudado nos 12 meses que se seguem: poupar mais, deixar de fumar, fazer mais exercício físico, comer melhor, passar mais tempo com a família e os amigos, viajar, descobrir novos hobbies, tirar um curso, fazer voluntariado… As possibilidades são muitas e muitas são também as probabilidades de falhar, ou melhor, de desejos e/ou sonhos que mais uma vez não veremos tornados realidade. Se é o seu caso, saiba que se encontra na mesma situação da larga maioria da população. Por melhores que sejam as intenções, o normal é passadas algumas semanas os planos começarem a ir por água abaixo.

Para evitar que 2020 seja um ano em que isso aconteça, deixamos-lhe algumas dicas que podem ajudar.

Grão a grão…

Doze são os desejos que deve pedir com as passas, não as resoluções para o novo ano. Neste caso específico, menos é mais. Roma e Pavia não se fizeram num só dia diz o ditado, por isso não tente mudar tudo o que sente que está errado de uma só vez. Uma coisa de cada vez é suficiente. As probabilidades de sucesso aumentam exponencialmente.

Refletir é necessário

Reserve algum tempo para pensar a sério naquilo que de facto quer ver mudado e reflita na melhor forma de o fazer. Comece por definir os vários passos para atingir o que na realidade pretende. Aproveite e anote também os ganhos que terá uma vez concretizada essa resolução.

Espalhe a “novidade”

Revelar aos amigos e familiares, as pessoas que lhe são mais próximas, o seu objetivo facilita todo o processo. Não só porque reúne aliados que poderão ajudar – ficando com os seus filhos um fim de semana para que possa estudar, fazendo pratos mais saudáveis, não desafiando para ir fumar ou para programas dispendiosos, por exemplo, ou acompanhando numa caminhada ou na ida ao ginásio, entre muitas outras hipóteses – como motivará mais para não falhar e ir até ao fim.

Um passo atrás? Pare e siga novamente em frente

O ideal é conseguir atingir o seu objetivo sem percalços, mas na realidade é grande a probabilidade de isso não acontecer. Não desmoralize. “Levante-se” e dê um passo em frente e depois dois e por aí fora. Sempre que necessário, redefina estratégias. E não hesite em pedir ajuda.

Registe os progressos

Inicie um diário, risque no calendário (os dias em que não fumou, não gastou dinheiro em pequenos-almoços fora, etc.), faça gráficos, use folhas de cálculo… o importante é registar os passos dados em frente. Se ajudar, ofereça-se uma pequena recompensa, mas, atenção, não exagere.