Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Powered by

Cetelem
Notas em Dia

Solidariedade em tempos de covid-19: como ajudar

Solidariedade em tempos de covid-19: como ajudar

Dos idosos solitários às famílias que atravessam várias dificuldades, são muitas as iniciativas solidárias a que se pode juntar para tornar o nosso mundo melhor.

Perante a crise causada pela covid-19, não tardaram a surgir iniciativas e projetos para fazer face aos muitos desafios lançados por esta pandemia, tendo-se rapidamente deitado mãos à obra para, se não vencer esta guerra, pelo menos vencer muitas batalhas.

Reuniram-se voluntários e multiplicaram-se ações para apoiar os mais vulneráveis: idosos, muitos deles sozinhos e agora ainda mais isolados, famílias carenciadas, sem-abrigo e, sem esquecer, quem esteve ou se mantém na linha da frente.  

Num esforço memorável, adaptaram-se processos de produção para criar viseiras, máscaras e outros tipos de equipamento de proteção individual, cedeu-se alojamento, ofereceram-se refeições e agradeceu-se o esforço.

Os esforços não param de se multiplicar, sendo vasto o número de ações solidárias em que todos podemos participar. E porque os tempos parecem continuar a precisar do melhor de nós, conheça algumas em que pode participar.

SOSvizinho

O SOSvizinho é um projeto criado por especialistas de várias áreas e zonas do país para organizar uma rede de apoio a grupos de risco em isolamento social e que visa sinalizar os grupos/doentes de risco de cada região e fazer-lhes chegar, através de voluntários que se inscrevem online, os bens essenciais de que necessitam, evitando que saiam das suas casas e se exponham.

Caixas solidárias: Deixe o que pode, tire o que precisa

Este é o mote das caixas solidárias, uma iniciativa que partiu de um casal que queria ajudar de alguma forma nesta época em que muitas famílias se encontram necessitadas e decidiu colocar uma caixa na rua com bens alimentares com um papel a dizer “caixa solidária — leve o que precisar, deixe o que quiser”. A ideia pegou e foi-se espalhando um pouco por todo o país. Se na sua zona não houver, pode sempre criar a sua. Idealmente deverá ser de plástico e com tampa, para proteger de pó e chuva e animais, que nesta altura também têm fome.

Entrega de bens essenciais

Câmaras e juntas de freguesia têm em marcha vários projetos de voluntariado para ajudar os mais frágeis, que incluem a distribuição de refeições ou ir buscar a lista de compras necessárias e depois fazer a respetiva entrega. Informe-se na sua área de residência.

Portugal Voluntário

Se está disponível para ajudar em ações no âmbito do combate à propagação do vírus covid-19, pode enviar um email para voluntariado@cases.pt e/ou consultar as várias oportunidades neste site.

Toda a ajuda faz a diferença

Informe-se sobre as necessidades atuais das várias instituições de solidariedade – apoio a sem-abrigo, crianças, pessoas afetadas pela pandemia ou animais – que podem variar entre apoio económico, produtos de higiene e/ou alimentares, vestuário, brinquedos ou simplesmente algum do seu tempo.

Consignação de IRS

Se ainda não entregou o IRS, está ainda a tempo de “doar” 0,5% do imposto devido ao Estado a uma das mais de quatro mil entidades autorizadas a beneficiar da sua consignação. Pode consultar a lista aqui.

Computadores e afins para ensino à distância em Portugal

Criado para “juntar pessoas que têm equipamento com pessoas que precisam de equipamento para esta época de ensino à distância”, basta deixar um post se tiver material que possa dispensar para que pessoas que tenham falta possam usufruir do mesmo.

tech4covid19

Trata-se de um grupo informal de pessoas de equipas tecnológicas de startups e outras empresas, engenheiros, cientistas, designers, marketeers, profissionais de saúde, entre muitas outras especialidades, que se juntaram com um objetivo comum, o de “unir o talento português no desenvolvimento de soluções tecnológicas que ajudem a população a ultrapassar o desafio da covid-19”. A trabalhar em múltiplos projetos em simultâneo, em áreas como o apoio a profissionais de saúde e material hospitalar, serviços de saúde e educação, negócios e lazer, aceitam de bom grado mais “voluntários” que se queiram juntar.

TodosPorQuemCuida

Trata-se de um movimento, criado pela Ordem dos Médicos e dos Farmacêuticos, com o apoio da APIFARMA (Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica) e de instituições da sociedade civil, com o objetivo de angariar donativos financeiros e equipamentos hospitalares, equipamentos para proteção individual e outros materiais, para entrega aos hospitais portugueses.

Apoio global

A pandemia de covid-19 veio afetar milhões de pessoas em todo o mundo e que precisam de toda a ajuda necessária, especialmente aquelas que são mais vulneráveis, pessoas sem acesso a cuidados básicos de saúde e/ou a água e alimentação, refugiados, a lista é lamentavelmente vasta. A Organização Mundial da Saúde, com a Fundação das Nações Unidas e a Fundação Suíça de Filantropia, lançou o Fundo de Resposta Solidária à Covid-19; o Programa Alimentar Mundial reforçou os pedidos de ajuda; o mesmo aconteceu com a Help Refugees e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados. A precisar de ajuda estão também os Médicos Sem Fronteiras, entre muitas outras organizações médicas internacionais.