Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Prever as suas despesas

Saiba mais »

 | Prever as suas despesas  | Prever as suas despesas
Casa

2020, um ano para melhorar as suas finanças

Publicado em 11-12-2019 por Cofina Conteúdos

dinheiro-poupança-gastos-orçamento-Cetelem

No que toca às finanças pessoais, há sempre espaço para melhorar e o início de um novo ano é ideal para fazer contas e ver o que é possível mudar.

A contagem decrescente para o novo ano já começa a anunciar-se e com ela os desejos e as resoluções para 2020. Conseguir poupar mais, equilibrar as finanças pessoais, concretizar um sonho antigo, costumam fazer parte, regra geral, desta lista e esta vez não será exceção, podemos adivinhar. Para facilitar esta tarefa, reunimos algumas dicas que cremos poderem ser um bom ponto de partida.

Defina um orçamento

Exige algum trabalho no início, mas vai ver que vale a pena. Elaborar um orçamento é a melhor forma de manter as suas finanças sob controlo, conseguir poupar, bem como fazer face a despesas inesperadas, e evitar o sobre-endividamento. Se nunca fez nenhum, aproveite e inclua-o nas suas resoluções para o novo ano.

Leia também: Orçamento pessoal precisa-se

Controlar melhor os gastos

Estar a par de todas as despesas, por mais pequenas que sejam – grão a grão… –, é essencial para se manter fiel ao orçamento que definir para o próximo ano e controlar os gastos. Peça sempre fatura e/ou talão e registe os respetivos valores num caderno específico para o efeito, folha de Excel ou aplicação. Some os valores regularmente e compare com os do seu orçamento, fazendo os devidos ajustes sempre que necessário.

Leia também: No rasto do seu dinheiro – quatro aplicações simples e úteis

Diga não mais vezes

Dizer não mais vezes aos outros e até a si mesmo tem vários benefícios e não só no que diz respeito às suas finanças. Mais tempo para novas oportunidades, centrar-se no que é prioritário, maior controlo sobre a sua vida e também sobre o seu dinheiro. Controle os gastos impulsivos, não faça compras sem listas, avalie se de facto precisa de determinado artigo ou programa – um jantar ou fim de semana fora, por exemplo –, deixe passar 24 horas para ponderar a necessidade de um bem não essencial, etc.

Experimente um mês sem compras

Defina um mês – ou mais – em que não pode adquirir nada que não seja de primeira necessidade, como peças de vestuário ou calçado, gadgets, canais premium, CD, etc. Se costuma almoçar fora diariamente, adira à marmita, tome o pequeno-almoço em casa, as opções são variadas e os ganhos no final deste mês também. Esta poderá ser uma boa altura para também repensar os seus hábitos de consumo.

Adira a um PPR

Além dos benefícios fiscais, é dinheiro que garantidamente é mantido de parte para a reforma ou eventual emergência e os depósitos regulares a que obrigam são variáveis – poderá quase não dar por eles, nalguns casos. O início do ano que se aproxima é uma excelente altura para começar, caso não possua ainda nenhum.