Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Prever as suas despesas

Saiba mais »

 | Prever as suas despesas  | Prever as suas despesas
Lifestyle

Dicas para ajudar ao sucesso dos filhos no 1.º ciclo

Publicado em 16-08-2019 por Cofina Conteúdos

Se tem filhos que se encontram ou vão ingressar no 1.º ciclo, saiba como se envolver em todo o processo e ajudá-los a superar esta fase tão importante do seu percurso.

O envolvimento e o apoio dos pais no percurso escolar dos filhos são essenciais para o sucesso escolar e devem começar desde o início. Se tem filhos que se encontram nesta fase ou estão prestes a iniciá-la neste ano letivo – que já se aproxima a passos largos! –, veja estes conselhos que reunimos para si.

O pequeno-almoço é muito importante!

Não é por acaso que o pequeno-almoço é considerado a refeição mais importante do dia, especialmente para as crianças, que se encontram numa fase de acelerado crescimento e desenvolvimento. Além de fornecer a energia necessária para começar bem o dia, o pequeno-almoço aumenta a concentração, a memória e estimula a atenção, entre outros benefícios. Laticínios, fruta, cereais (pão ou cereais de pequeno-almoço sem açúcar), são um bom ponto de partida.

Sono descansado

No 1.º ciclo, as crianças necessitam entre 10 e 11 horas de sono por noite, sensivelmente. Estabelecer uma rotina de sono desde cedo é imprescindível para repor energias e para o seu bom desenvolvimento, mas não só: dormir um número insuficiente de horas pode provocar comportamentos hiperativos, irritabilidade, falta de concentração, dificuldades escolares, obesidade ou mesmo diabetes, por exemplo.

Estimular é bom, ensinar nem por isso

Os pais devem propiciar as condições adequadas para o estudo, estabelecer regras – horas/períodos de estudo, pausas, etc. –, manifestando interesse pelo que os filhos estão a fazer, mas não devem procurar ensiná-los, já que muitas vezes os métodos diferem e podem baralhar as crianças. Também não devem fazer os trabalhos por eles, mas antes incentivá-los e encaminhá-los no caminho certo, que passa também por identificar os pontos menos claros e dúvidas para esclarecer com os professores. Promova a autonomia e elogie os progressos.

Local de estudo cinco estrelas

Independentemente da divisão da casa escolhida para o estudo − quarto, cozinha, sala, etc. −, é importante que, na hora de estudar, o local se encontre silencioso para facilitar a concentração e evitar distrações, organizado e com boa iluminação. É importante que o seu filho se encontre confortável e com tudo o que precisa à mão.

Reuniões precisam-se!

O envolvimento dos pais no percurso escolar dos filhos está associado a um maior sucesso escolar e para isso nada melhor do que não perder nenhuma das reuniões escolares e, mais tarde, a partir do 2.º ciclo, com o diretor de turma ou, se necessário, outros professores.

Além de ficar a conhecer o professor e os outros pais, esta é uma boa forma de acompanhar o progresso do seu filho e informar-se sobre estratégias para o ajudar, as expectativas do professor e as políticas da escola.

Sempre que considere necessário, não hesite em marcar uma reunião com o professor ou colocar-lhe quaisquer questões que possam levantar-se, ou contactá-lo através de um telefonema ou e-mail.

Importância da assiduidade

Frequentar as aulas diariamente é importante para as crianças conseguirem manter-se, praticamente sem esforço nesta fase, a par dos conteúdos programáticos e de todo o trabalho desenvolvido na sala de aula. Faltar por motivos de doença ou má-disposição pode ser inevitável, mas nestes casos procure informar-se com o professor sobre o trabalho realizado e sobre a necessidade de fazer algum trabalho complementar em casa.

Atenção, no entanto, se achar que o mal-estar do seu filho se deve a outras causas que não físicas, fale com ele e com o professor se necessário para averiguar a origem do problema e/ou ansiedade.

Escola, um tema diário

Reserve algum tempo por dia, no carro no caminho da escola para casa, quando estiver a preparar a refeição, ao jantar, antes de deitar, por exemplo, para falar com os seus filhos sobre a escola, os colegas e amigos, o que fizeram, o que mais gostou ou se encontrou algumas dificuldades. Evite perguntas cuja resposta seja simplesmente “sim” ou “não”. É importante para os filhos perceberem que os pais se interessam pela sua vida escolar e, para os pais, trata-se de uma forma de acompanharem os filhos e detetarem eventualmente algum problema ou contratempo que requeira atenção.