Powered by

Cetelem
Notas em Dia

Saldos: como fazer as melhores compras

Saldos: como fazer as melhores compras

Os comerciantes anunciam já as promoções de verão, oportunidades únicas para adquirir peças de roupa e outros artigos a preços bastante apetecíveis. Saiba como aproveitá-las de forma consciente para não comprometer o seu orçamento familiar.

Chegou, por fim, a tão aguardada época de saldos e as anunciadas reduções de preços às quais é praticamente impossível ficar-se indiferente e que, facilmente, podem levar a gastos superiores aos previstos e derrapagens no orçamento mensal. E muitas vezes são compras por impulso, de coisas de que nem sequer precisa.

Orçamento e lista, os seus melhores amigos

A grande vantagem dos saldos é conseguir adquirir, em alguns casos, verdadeiras pechinchas, o que não significa que tenha agora luz verde para comprar sem qualquer regra.

A primeira coisa que deve fazer é definir quanto pode gastar, seguida da lista do que é necessário para toda a família e casa, desde vestuário e calçado a eletrodomésticos.

Não saia de casa para as compras sem a sua lista e mantenha o orçamento sempre presente. Lembre-se que, nesta época, as estratégias de apelo ao consumo multiplicam-se. O pagamento com cartões pode dificultar, por vezes, o controlo de despesas – se for o seu caso, experimente instalar uma app para gestão de orçamento ou, se preferir, separe a quantia definida num envelope, por exemplo, e pague em dinheiro.

Faça wishlists

Muitos sites de lojas, de vestuário a tecnologias, permitem criar uma wishlist (lista de desejos) para tudo aquilo que pretende comprar. A vantagem é que permite ver quando e quanto é que os preços baixam, sem ter de percorrer todo o site.

Compare preços

É muito fácil deixarmo-nos seduzir pelas “generosas” reduções de preços anunciadas em letras garrafais, mas antes de se precipitar a comprar, compare preços para ver se o mesmo artigo ou similar não existe mais barato noutra loja.

Mais qualidade vs. quantidade

Aproveite a descida de preços, especialmente do vestuário e calçado, para investir em peças clássicas e básicos, que pode usar sempre, mesmo noutras estações. Evite também deixar-se levar pelo preço – o conforto é essencial, por isso, se os sapatos apertam ou as calças não assentam tão bem quanto desejado, o melhor é deixá-los na prateleira.

Lojas: mais baratas ou mais caras?

Uma vez que os saldos devem servir para adquirir oportunidades únicas, as lojas mais baratas, em que é possível adquirir artigos acessíveis todo o ano sem mossa no orçamento, não serão a escolha ideal nesta época, uma vez que as mais-valias serão mínimas. As muito caras poderão também não ser a melhor opção já que mesmo com grandes reduções, os preços mantêm-se elevados – certifique-se que as compras valem a pena e quais as implicações no orçamento.

Tecnologia

Mais apelativos por excelência, os últimos modelos de smartphones, tablets, portáteis, são também os mais caros, mesmo nos saldos. Mas há boas oportunidades se optar por modelos menos recentes, lançados no ano ou meses anteriores, e com todas as funcionalidades de que necessita ou até mais. Não compre sem comparar marcas e modelos – esta é uma das áreas onde pode ter boas surpresas.

Confirme as condições de devolução

Habitue-se a confirmar a política de devolução das lojas antes de comprar, particularmente em alturas especiais como os saldos, para evitar surpresas desagradáveis se, por algum motivo, se arrepender da compra.