Powered by

Cetelem
Notas em Dia
Dicas para poupar no combustível do seu automóvelDicas para poupar no combustível do seu automóvel

Dicas para poupar no combustível do seu automóvel

Dicas para poupar no combustível do seu automóvel

Com o preço da gasolina e gasóleo em níveis nunca antes vistos, a que se associa o aumento de muitos dos bens de primeira necessidade, poupar no combustível passou a ser uma prioridade. Saiba como nas 12 dicas que se seguem.

Andar mais a pé, de bicicleta ou de transportes públicos é a melhor forma de ver os gastos com combustível caírem a pique, sobretudo com o passe social a preços bastante acessíveis. Aderir à mobilidade elétrica é também uma boa alternativa para reduzir gastos poupando ao mesmo tempo o ambiente. Se, no seu caso, estas não são opções, algumas mudanças de hábitos permitem-lhe reduzir as despesas mensais com gasóleo ou gasolina.

Na reserva, não!

Por mais que custe na hora de pagar, convém não andar sistematicamente com pouco combustível ou mesmo na reserva, dado comprometer a eficácia energética e eventualmente o funcionamento da viatura. Por outro, é uma forma de não ser apanhado com o depósito em baixo num período de subida de preços.

Leia também: Evite andar com o carro na reserva. Saiba porquê

Acompanhe a descida (e subida) de preços

Atualmente, é à segunda-feira que os preços baixam ou sobem, sendo por isso conveniente manter-se a par das oscilações para tirar o melhor partido possível das eventuais descidas de preços. Atestar de terça a sexta-feira nas semanas em que os preços descem é provavelmente a melhor opção, dado permitir-lhe fugir às filas de fim de semana.

Use os programas que recompensam

Em Portugal, existem vários programas de fidelização e recompensas que permitem economizar vários cêntimos por litro de combustível, alguns dos quais com descontos também em superfícies comerciais. Informe-se, adira e use. Grão a grão enche a galinha o papo e, neste caso, pode ajudar a poupar bastante.

Verifique a pressão dos pneus

Por preguiça ou distração, são muitos os condutores que não verificam a pressão dos pneus regularmente, um hábito que todos devem adotar, mais não seja porque pneus abaixo da pressão recomendada provocam o aumento da resistência ao rolamento, sendo sinónimo de maior dispêndio de combustível. E sem esquecer a necessidade de troca de pneus mais rápida, por se estragarem mais, o que representa mais gastos.

Feche os vidros

Circular com os vidros abertos, especialmente em autoestrada, obriga a um maior esforço do motor devido à resistência do ar face ao veículo, o que leva a um aumenta do consumo de combustível para manter o ritmo. Por muito que goste de sentir o vento a soprar, habitue-se a fechar as janelas sempre que conduzir a maior velocidade.

Arranque com calma…

… e trave também com calma, a não ser em caso de emergência. Arranques e travagens bruscas refletem-se num maior consumo. Mantenha-se atento ao tráfego para poder antecipar as travagens e conseguir tirar o pé do acelerador para uma condução mais eficiente.

Carregar sistematicamente no acelerador também não faz muito pela carteira, bem pelo contrário. Aliás, tirar apenas 10 km/h à sua média habitual (110 km/h em autoestrada em vez de 120 km/h, por exemplo) pode fazer a diferença ao atestar o automóvel.

Escolha a estação de serviço antes de atestar

Sites como Mais gasolina, Komparing ou apps como TuGas ou Waze, entre outras possibilidades, são excelentes fontes de informação no que toca aos preços dos combustíveis, permitindo-lhe saber onde atestar a custo inferior. Atenção, no entanto, à distância dos mesmos do local onde se encontra, pois poderá não compensar. E, naturalmente, evite abastecer em estações de serviço nas autoestradas, regra geral mais caras.

Abasteça de manhã cedo ou à noite

Seja de inverno ou, especialmente, no verão, é nestas alturas que as temperaturas estão mais baixas e, por isso, o combustível fica mais denso, o que lhe permite comprar mais por menos. Habituar-se a abastecer nestas horas, mesmo que não pareça, permite-lhe poupanças a médio-longo prazo.

Já agora, se possível, estacione à sombra, o que evita (ou, pelo menos, minimiza) a evaporação do combustível provocada pelo calor.

Manutenção em dia

Verificar regularmente o nível do óleo e do líquido do radiador, bem como respeitar as revisões, é a chave para poupar não só combustível como eventuais percalços que lhe podem sair caro.

Leia também: Condução: como prolongar a vida do seu carro

Bagagem só quando necessário

O peso é um dos fatores que influenciam o gasto de combustível, por isso, habitue-se a andar no carro só com o absolutamente necessário e deixe o resto – o que inclui as barras de tejadilho, por exemplo – na garagem ou arrecadação.

Desloque-se de forma mais eficiente

Não faltam aplicações para ajudar a escolher o percurso mais eficiente, sem voltas nem contravoltas e com menos trânsito. Feitas as contas, quanto mais direto e fluido for o percurso, menor será o impacto na sua carteira.

Limite as deslocações de curta distância

Na maioria, uma percentagem considerável das deslocações que fazemos são de pequenas distâncias, precisamente aquelas com custos mais elevados não só para as finanças pessoais como para o ambiente, em termos de poluição. Aconselhamos que deixe as chaves do carro em casa mais vezes e ande mais frequentemente a pé, e porque não de bicicleta, o que se traduz em benefícios adicionais para a saúde.