Powered by

Cetelem
Notas em Dia
Natal Solidário: Ideias de presentes para ajudar quem precisaNatal Solidário: Ideias de presentes para ajudar quem precisa

Natal Solidário: Ideias de presentes para ajudar quem precisa

Natal Solidário: Ideias de presentes para ajudar quem precisa

A quadra natalícia chegou e o espírito de Natal está presente: a partilha, a entreajuda e a solidariedade. Nesta altura, estes sentimentos ganham uma outra dimensão, sendo importante tentar ajudar, na medida do possível, a transformar o Natal daqueles que mais precisam.

Alugue um Pinheiro Bombeiro

Se quer ter um pinheiro verdadeiro na sua casa, ajudar o ambiente e apoiar os bombeiros voluntários, o Pinheiro Bombeiro une o útil ao agradável. Esta iniciativa da startup portuguesa Rnters permite que se aluguem pinheiros naturais, que são cortados com o objetivo de limpar o terreno e prevenir incêndios, contribuindo com cinco euros para a compra de material profissional para os bombeiros voluntários.

Pode alugar o seu pinheiro no site oficial ou através da app planeta zero da EDP Comercial – na qual, além do valor doado aos bombeiros, a EDP doa um Pinheiro Bombeiro a uma instituição de solidariedade por cada pinheiro alugado. Para assegurar o seu Pinheiro de Natal, deve, antes de mais, fazer o pagamento online até dia 19 de dezembro.

Se quiser escolher o seu Pinheiro Bombeiro ao vivo, basta dirigir-se nos fins de semana até 19 de dezembro à tenda do Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Compre kombucha e ajude a reflorestar Portugal

Em dezembro, por cada pack de 12 garrafas de kombucha adquirido, a Aquela Kombucha promete plantar uma árvore autóctone em Portugal, em parceria com a Plantar Uma Árvore.

Presentes Solidários

São várias as opções que existem para ajudar através de uns simples cliques.

Num ano que catapultou muitas famílias para uma situação de vulnerabilidade, agravando, simultaneamente, a fragilidade de inúmeras outras, a FEC – Fundação Fé e Cooperação apela à aquisição dos seus Presentes Solidários. Este ano, as receitas angariadas com estes presentes, que oscilam entre os 8€ e os 110€, destinam-se a apoiar crianças “no restabelecimento da vida escolar, garantir que pessoas que viram a sua atividade profissional ser fortemente afetada pela crise social e económica possam retomar atividades geradoras de rendimentos, garantir que crianças e jovens possam ter acesso a uma educação de qualidade, bem como outras medidas de promoção da higiene e proteção individual indispensáveis”.

Riscar nomes da lista de Natal e ao mesmo tempo ajudar famílias necessitadas, promover o desenvolvimento de comunidades ou proporcionar tratamento médico de animais abandonados ou necessitados é algo que também pode fazer de forma simples através de uma Compra Solidária.

Se pretender ajudar a Make-a-wish Portugal, instituição que ajuda crianças com doenças graves a realizarem os seus desejos, pode comprar um pack de 5 estrelas. Além das estrelas, pode contribuir com um Voucher Alegria (5€), um Voucher Sorriso (10€), um Voucher Esperança (20€) ou um pack de etiquetas de presente (3€).
Os Miminhos Solidários das Aldeias SOS, como os postais (1 = 1,20€; 10 = 10€), as caixas de bombons (10€ e 15€), livros ou baralhos de cartas (3€), podem ajudar a proteger e cuidar de crianças que perderam os cuidados parentais.

Pelo bem-estar dos fiéis patudos

Para si e/ou para oferecer e ajudar a planear melhor o ano que se avizinha, ajudando simultaneamente a Animais de Rua a proteger e promover o bem-estar dos animais carenciados, a Agenda Solidária é uma boa aposta. Feita em papel reciclado com ilustrações da autoria de vários artistas portugueses (Ana Marta Marques, Bordalo II, Diogo Infante, Maria Davison, Meow Meow by Cat, Valter Hugo Mãe, entre outros), custa 9,50€ e pode adquiri-la aqui, assim como outros presentes.

A Worten tem também este ano uma campanha para apoiar a União Zoófila e promover a adoção de cães e gatos. Aquecedor de estimação é o nome desta iniciativa da marca, que também doa 1€ por cada produto de aquecimento vendido (incluído no folheto de aquecimento).

O IRA – Intervenção e Resgate Animal tem também artigos, como sweatshirts, peitorais e sacos de pano, entre outros, que pode adquirir na loja (Av. General Roçadas 19 A, Lisboa) ou encomendar por mensagem privada, ajudando assim esta organização.

De norte a sul do país e ilhas, são muitas as organizações a lutar arduamente pelo bem-estar dos animais com carências várias que passam pela alimentação, produtos de higiene, cobertores, materiais de construção, etc. Informe-se na sua área e neste Natal ajude-as com um miminho.

Cabazes de Natal solidários e biológicos

Além de apoiar a integração de pessoas com deficiência e de fazer chegar a sua casa cabazes de produtos biológicos, o projeto Semear permite-lhe adquirir cabazes solidários que são depois entregues a famílias carenciadas. E, se ainda não comprou os seus presentes de Natal, pode encomendar online iguarias de comer e chorar por mais, como chutneys, patês e temperos, biscoitos e infusões ou mesmo cabazes de Natal variados que farão as delícias de quem os receber.

Informe-se junto da sua junta de freguesia ou paróquia, ou junto das instituições de solidariedade da sua área de residência ou de trabalho sobre os bens que lhes falta, e junto de familiares e/ou amigos, pode tentar angariar os bens necessários.

Doe um pouco do seu tempo

Ofereça-se para fazer as compras, ir à farmácia ou fazer outros recados a familiares ou vizinhos idosos ou de risco, dê-lhes uma palavra amiga, ligue regularmente, surpreenda-os com uma refeição quente ou mesmo um cabaz de Natal, se dele precisarem. São tantas as pequenas (mas grandes) coisas que podemos fazer para tornar este Natal melhor.

“Apadrinhe” uma criança

Há vários anos que os CTT se associam a instituições de solidariedade para proporcionar um Natal mais feliz a crianças desfavorecidas com idade até 12 anos, que escrevem cartas ao Pai Natal a descrever o presente que gostariam de receber. Quem quiser participar nesta iniciativa só tem de escolher, até dia 6 de janeiro, uma ou mais destas cartas identificadas numericamente, já disponíveis no site Pai Natal Solidário, adquirir o presente desejado e entregá-lo em qualquer uma das estações dos CTT no país, de onde o mesmo é enviado para a respetiva instituição.

Nota: o presente tem de ser novo e corresponder ao que é pedido pela criança que se escolher “apadrinhar”. Para proteção das crianças, os envios são anónimos, não se podendo por isso entregar os presentes embalados; são os CTT que o fazem.

Apoie uma família no Natal Solidário da Cáritas Coimbra

Devido ao aumento significativo de pedidos de apoio alimentar provocado pela pandemia, a Cáritas Diocesana de Coimbra está a pedir ajuda para conseguir fazer chegar cabazes de Natal e brinquedos às famílias carenciadas que apoia. Se quiser apoiar esta iniciativa, pode inscrever-se no site e escolher a família que deseja ajudar. Os cabazes serão compostos por diversos bens, tais como: bolo-rei, óleo, bolachas, feijão, grão, compota ou mel, produtos hortícolas, bacalhau, farinha, leite, atum, queijo, produtos de higiene, azeite, açúcar, cereais ou papas, salsichas, produtos congelados e brinquedos novos para as crianças.

Compre um roupão para a Ajuda de Berço

Conhecida pelos turcos em algodão ou fibras naturais, a Torres Novas comprometeu-se a oferecer uma toalha de banho à associação Ajuda de Berço por cada roupão comprado na loja online até 25 de dezembro.

Pode também ajudar a Ajuda de Berço com bens muito necessários, caso de leite, fraldas, detergentes, papel higiénico, entre outros que pode consultar na lista de necessidades.

Adquira o kit de Natal da Operação Nariz Vermelho

Por 6€ apenas, pode adquirir o kit de Natal da Operação Nariz Vermelho, que Inclui um nariz de palhaço, um baralho de cartas e um livro para entreter os mais novos, ajudando desta forma a continuar a espalhar a alegria às crianças internadas nos hospitais nacionais.

Leia também: 5 formas de ajudar alguém neste Natal

Compre o livro da APAV

Ao comprar o livro À Roda de Uma Vontade (Quetzal), que assinala 30 anos de existência da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), reunindo 15 contos acompanhados por ilustrações originais, estará a contribuir para ajudar esta associação.