Powered by

Cetelem
Notas em Dia
Como começar a investir com pequenas quantias de dinheiroComo começar a investir com pequenas quantias de dinheiro

Como começar a investir com pequenas quantias de dinheiro

Como começar a investir com pequenas quantias de dinheiro

Numa altura ainda pautada por muitas incertezas, organizar as finanças pessoais deve ser uma prioridade, tal como fazer crescer a sua poupança.

Se há algo que ficou claro com a pandemia de covid-19 é que a situação financeira pode alterar-se de um dia para o outro. Reforça-se agora a importância de criar hábitos de poupança, que lhe permitam não só criar um fundo de emergência para despesas imprevistas, como alimentar um plano poupança-reforma (PPR), que servirá como complemento à pensão que irá receber.

Assegurado o fundo de emergência e iniciada a poupança para o PPR, poderá depois investir, mesmo que em pequenas quantidades, noutros produtos que lhe permitam rentabilizar o seu dinheiro a longo prazo.

Depósitos a prazo

Se o dinheiro à ordem não traz quaisquer ganhos adicionais, o mesmo não acontece com os depósitos a prazo, produtos de baixo risco que lhe possibilitam alguma rentabilidade. Neste caso, quanto maior for o montante de abertura, maior será o retorno. Adicionalmente pode efetuar reforços mensais com depósitos de pequenas quantias de dinheiro.

Certificados de Aforro

Com um risco muito baixo e liquidez, é possível subscrever estes produtos de poupança com apenas 100€ (pode ir até 250.000€) por Conta Aforro. A capitalização dos juros é feita de forma automática, trimestralmente. A primeira subscrição é feita obrigatoriamente nas estações dos CTT, as demais podem ser feitas online.

Ações

As ações representam uma pequena parte do capital social de uma empresa, que o divide em várias unidades, adquiridas pelos acionistas. A partir do momento em que adquire ações de uma empresa, torna-se detentor de parte dos ganhos e ativos. Diariamente o valor monetário das ações muda ou pode mudar na Bolsa de Valores. As ações implicam um maior risco, mas também a possibilidade de rentabilidade mais atrativa. Um investimento de mil euros pode já permitir um bom retorno.

Se pretender investir em ações, tem de escolher um corretor de Bolsa, que encontra em qualquer banco, ou optar por uma plataforma online de investimento, como a ActivoTrade, GoBulling, ou Saxo Bank.

Antes de investir, certifique-se de que o montante a aplicar nas ações não será necessário para as despesas diárias. Convém ainda não investir em entidades que não conhece e, naturalmente, há que prestar atenção ao mercado.

Obrigações

Uma obrigação é um título que representa a dívida duma empresa (corporate bonds) ou do próprio Estado (obrigações do Tesouro). Investir em obrigações significa conceder um empréstimo a uma destas entidades; o obrigacionista torna-se assim credor. Quando este empréstimo atinge a maturidade, isto é, chega ao fim, tem-se direito a receber não só o valor do capital que investiu inicialmente, bem como os juros ou prémios definidos aquando da sua emissão.

O maior risco associado é o incumprimento por parte da entidade emissora, devido a bancarrota, por exemplo, daí a tendência ser a preferência por obrigações do Estado.

As obrigações têm associado um rating – ou notação de risco –, avaliado por empresas como a Standard & Poor’s, a Moody’s Investor Services ou a Fitch Ratings, que é uma classificação/avaliação da capacidade do devedor em cumprir com os pagamentos do valor emprestado (capital). Por norma, quanto mais baixo for o rating das obrigações, maior será também a respetiva taxa de juro e maior o risco no investimento e, portanto, normalmente associadas a investidores com maior capacidade financeira para fazer face a imprevistos.

Fundos de investimento

Os fundos de investimento são instrumentos financeiros de investimento coletivo em que os investidores aplicam dinheiro para um fundo, ou carteira de ativos, que é depois gerido por uma equipa de gestão. Cada investidor passa então a deter unidades de participação (UP) correspondentes ao valor que investiu. Ao aplicar-se dinheiro nestes fundos, pode-se investir tanto em ações como obrigações ou commodities (petróleo, ouro, etc.) tendo como objetivo a sua valorização para se lucrar com a sua venda posterior.

Startups

Se sente que uma startup – empresa recém-criada – tem potencial para ser bem-sucedida, tem várias plataformas online em que pode investir, caso da Kickstarter, Wefunder ou Seedrs, entre outras.

A reter 

Não há milagres: se lhe propuserem retornos milionários sem qualquer risco, não arrisque! Da mesma forma, sempre que tiver dúvidas sobre um investimento, não se desfaça do seu dinheiro até as esclarecer ou então aplique-o noutro investimento que lhe suscite maior confiança.

Se não tem conhecimentos sobre o funcionamento do mercado e não se sente à vontade para investir o seu dinheiro, deve recorrer a um intermediário financeiro, como o seu gestor de conta ou alguém recomendado pelo mesmo, ou, em alternativa, a uma corretora.