Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Antecipar outros encargos

Saiba mais »

 | Antecipar outros encargos  | Antecipar outros encargos
Gadgets

Máquina de secar: qual a melhor para si?

Publicado em 31-01-2020 por Cofina Conteúdos

Dias frios e de chuva são dos piores inimigos de quem tem roupa para secar, particularmente com família grande e/ou crianças pequenas em casa. Se está a considerar comprar uma máquina de secar, saiba como a escolher.

Impossível evitar: não há casa em que não haja sempre roupa para lavar e, naturalmente, secar, o que nos meses mais frios e dias de chuva se pode revelar complicado, especialmente se o estendal for limitado e as lavagens se sucederem. Esta é a razão por que nesta época as aquisições de máquinas de secar roupa tendem a aumentar.

Além da dificuldade em secar roupa ao ar livre nos dias de chuva ou húmidos, há outro fator que pode pesar na decisão de adquirir uma máquina de secar: alergias!

A secagem na máquina ajuda a remover a maior parte do pó, pólenes e outros alergénios que se encontram na roupa (e nem precisa de a lavar, bastam alguns minutos na máquina, o que é útil após passar algum tempo em áreas com níveis elevados de alergénios).

Secar a roupa ao ar livre, especialmente na primavera e verão pode potenciar as alergias, já que é grande a probabilidade de vários alergénios espalhados pelo ar se depositarem na roupa.

Secar a roupa na máquina facilita ainda enormemente a passagem da mesma, dados os diferentes programas oferecidos: engoma fácil, antirrugas, secagem a vapor, especial camisas, especial roupa de bebé, seleção do tipo de tecidos, etc.

Tipos de secagem

São três os tipos de secagem destas máquinas: ventilados, de extração ou de exaustão; condensação; condensação com bomba de calor.

No primeiro caso, as máquinas ventilam o ar quente e a humidade ou o vapor para o exterior, requerendo assim que estejam junto de uma janela ou porta exterior para permitir que o ar seja expelido. Dos três tipos, são as menos eficientes em termos de consumo de energia.

Nas máquinas de secar de condensação, a água que é removida da roupa é enviada para um recipiente/reservatório, que precisa de ser removido e esvaziado, ou para o esgoto. A única exigência em termos de espaço é que se trate de uma zona ventilada. Estão no segundo lugar no consumo energético.

Mais eficientes no que respeita ao consumo energético, as máquinas de condensação com bomba de calor possuem um compressor, evaporador e condensador num circuito semelhante ao dos ares condicionados.

Capacidade

Teoricamente, a máquina de secar roupa deverá ter uma capacidade semelhante à da máquina de lavar roupa; na prática, uma com uma capacidade um pouco superior traduz-se em menos rugas à saída da máquina, o que facilita na hora de passar a ferro.

Dado possuírem sensores para o efeito, as máquinas de maior capacidade conseguem detetar quando a roupa está seca, mesmo se a carga for pequena, o que pode acontecer, por exemplo, em situações de emergência, como com o equipamento desportivo ou a bata da escola dos mais pequenos.

Encontra máquinas de pequena capacidade (4-6 kg) para utilização regular, até três secagens/semana; média capacidade (7-9 kg), para quatro ou mais secagens/semana, ideal para peças pequenas e médias; e grande capacidade (10-15 kg) para utilização de quatro ou mais secagens/semana, bastante útil para peças grandes.

Dimensão

Selecionado o local onde vai pôr a máquina de secar, não se esqueça de tirar bem as medidas do espaço, bem como da largura das portas, para se certificar de que cabe.