Powered by

Cetelem
Notas em Dia
Organize o frigorífico e evite desperdiçar alimentosOrganize o frigorífico e evite desperdiçar alimentos

Organize o frigorífico e evite desperdiçar alimentos

Organize o frigorífico e evite desperdiçar alimentos

Evitar o desperdício alimentar é algo que está na mente de todos. Mas acontece. Eis algumas dicas para evitar o desperdício, mantendo o seu frigorífico organizado, poupando o ambiente e a sua carteira.

Sem estar à espera, foi convidado para jantar fora. Aproveitou uma promoção e agora não consegue escoar. Cozinhou mais quantidade de comida do que consegue comer. Tem o frigorífico desorganizado e os alimentos ficam esquecidos ou estragam. As razões para desperdiçar podem ser várias…

É, por isso, muito importante que dê especial atenção à organização do frigorífico, tendo cuidado com o que deve ou não lá colocar, mas, especialmente, arrumando os ingredientes de forma que não fiquem esquecidos ou se estraguem. Tenha, por exemplo, os frescos arrumados ao nível dos olhos para que não fiquem perdidos.

Faça compras inteligentes, planeando a ementa semanal. Ou seja, planeie as refeições, comprando apenas aquilo que precisa para cozinhar. Poupa tempo, dinheiro e evita desperdício de alimentos.

Uma boa conservação

Regule a temperatura do seu frigorífico, sendo a ideal de 4ºC no frigorífico e de -18ºC (ou inferior) no congelador. E como esta não é homogénea no interior, tenha em conta os locais corretos para cada alimento:

  • Nas prateleiras superiores, acondicione os alimentos que não precisam de ser cozinhados, como sobras, iogurtes, queijos e bebidas;
  • Nas prateleiras intermédias guarde os produtos de charcutaria e as conservas abertas, cujo conteúdo deverá guardar num recipiente;
  • Nas prateleiras inferiores, em que a temperatura é mais baixa, deve acondicionar os alimentos que vão ser cozinhados, como carne e peixe;
  • As gavetas é o local ideal para as frutas e legumes;
  • Na porta, uma vez que a sua abertura origina uma grande variação de temperatura, evite colocar laticínios e guarde temperos, sumos e águas.

Compre menos, mais vezes

Faça uma lista de compras antes de sair para o supermercado, confirmando o que tem no frigorífico e na despensa. Assim não corre o risco de chegar a casa com produtos que já tem e sem aqueles que precisa.

Na dúvida, congele. Planeou as compras, fez a lista, mas chegou ao supermercado e encontrou uma promoção ou um produto que normalmente não há. Não resistiu e comprou. Enquanto não encontra a receita certa, congele tudo. E faça o mesmo com o que sobra das refeições.

Compre fruta e legumes segundo a sua ementa mensal. Com uns simples cliques nos motores de busca é possível aceder a ofertas de inúmeros produtores nacionais, espalhados por todo o país, muitos deles de produção biológica/orgânica que entregam produtos ou cabazes regularmente em casa ou num local escolhido para o efeito, com a garantia de, semanal ou quinzenalmente, ter produtos frescos sazonais para consumir. Entre eles encontra-se o Prove Linda-a-VelhaHorta da MariaConfraria da HortaHortosintra,  Bio em CasaOrganicA – Associação de Promoção de Agricultura Biológica (Madeira) por exemplo.

Reaproveite tudo

Uma boa forma para evitar o desperdício de alimentos passa por reaproveitar de forma inteligente. Não aqueça apenas o que sobrou. Transforme! Com o arroz branco do almoço faça um arroz de forno com carne e legumes. Com o peixe faça uma massada ou uma açorda.

Recebeu muita fruta de uns tios que têm uma quinta ou comprou mais do que precisa? Aproveite e faça batidos ou sumos de fruta, um bolo, compotas, geleias ou chutney, gelado ou mousse de fruta. Não faltam receitas.

Faça listas

Coloque na porta do frigorífico uma lista com os ingredientes que tem de comer o quanto antes para não se estragarem. Legumes ou fruta frescos, carne congelada há muito tempo, produtos que estão a passar da validade ou sobras que têm de ser aproveitadas. Isto implica estar muito atento à despensa e ao frigorífico.

Se as dicas não foram suficientes para o convencer a ter mais cuidado com o desperdício alimentar, esta talvez consiga. Faça uma lista de toda a comida que colocou no lixo durante um mês, quinze dias ou uma semana…

Leia também: Zero waste: 16 dicas para combater o desperdício e poupar dinheiro