Powered by

Cetelem
Notas em Dia
Para uma condução mais segura no invernoPara uma condução mais segura no inverno

Para uma condução mais segura no inverno

Para uma condução mais segura no inverno

Estrada molhada, vento, granizo, nevoeiro, fraca visibilidade e até mesmo neve podem dificultar bastante a condução. Saiba como chegar ao destino com mais segurança.

Preparar-se, proteger-se e prevenir-se são as regras de ouro para conduzir em segurança no inverno, altura em que as condições climatéricas e ambientais mais dificultam a condução.

Convém ter em atenção que a sua segurança atrás do volante, bem como a de qualquer passageiro que o acompanhe, não depende apenas da sua condução; se o veículo não se encontrar em boas condições, a probabilidade de acidentes ou de imprevistos será sempre maior.

Habitue-se a verificar regularmente a pressão dos pneus e o estado dos mesmos, substituindo-os sempre que necessário – lembre-se que pneus carecas com chuva ou gelo transformam o piso bastante escorregadio. Inspecione também com alguma regularidade o nível do óleo – não se esqueça do dos travões – e ponha anticongelante no radiador. Com temperaturas a descer, é igualmente conveniente usar líquido limpa-vidros com anticongelante e substituir as escovas limpa-para-brisas.

 

Em viagens longas, redobre os cuidados

Não deixe nada para última hora: consulte as previsões meteorológicas no dia anterior e saia com a antecedência necessária para fazer uma viagem tranquila, sem grandes acelerações e com margem para parar e descansar um pouco. Mesmo tendo GPS, estude o percurso sempre que fizer uma viagem pela primeira vez.

Carregue o telemóvel antes de partir – o ideal é ter também carregador no carro -, leve água e alguma coisa para comer, em particular se viajar com crianças; neste caso, acrescente um cobertor à lista e pense em distrações (jogos, música, tablet, etc.). E, claro, não arranque sem todos os cintos estarem postos.

 

Atrás do volante

Não ultrapasse os limites de velocidade. Com chuva, vento, gelo ou granizo, deverá mesmo não pensar em alcançá-los – com piso escorregadio, desligue o modo velocidade de cruzeiro. Mantenha igualmente uma boa distância de segurança do carro da frente, sobretudo em condições de pouca visibilidade.

Não beba álcool e evite conduzir sob efeito de fadiga: procure dormir bem antes da viagem, faça pausas a cada três horas e, se necessário, pare numa estação de serviço ou numa área de descanso e faça uma sesta de 15-20 minutos.

 

Preso na neve

Se em condições extremas, ficar preso na neve, fora de uma zona residencial, ligue para o 112 e mantenha-se no interior do veículo. Além da maior proteção contra os elementos agressores (neve e frio), facilita o trabalho das equipas de socorro – uma forma de se tornar mais visível é ligar a luz interior, que gasta muito pouca bateria. O que não deve fazer é aventurar-se pela neve – os riscos de se perder e/ou entrar em hipotermia são muitos.

Certifique-se que o tubo de escape não está entupido com neve ou lama, para reduzir o risco de entrada de monóxido de carbono no interior do carro e agasalhe-se o mais possível bem aos como os restantes ocupantes– ligue o carro esporadicamente, para não gastar muita gasolina.