Cortina Header
  Gestão Orçamental

Tenha consciência dos seus proveitos e dos seus gastos

Saiba mais »

 | Tenha consciência dos seus proveitos e dos seus gastos  | Tenha consciência dos seus proveitos e dos seus gastos
Casa

Roupa bem passada sem esforço

Publicado em 14-09-2017 por Cofina Conteúdos

Se não gosta de passar a ferro ou o tempo escasseia para o fazer, há formas simples de ver esta tarefa facilitada. Siga as nossas dicas e diga adeus a rugas e vincos.

Optar pela centrifugação mais fraca e sacudir a roupa antes de a estender, caso não tenha máquina de secar, deixa sempre a roupa menos enrugada, meio caminho andado para a passar com relativa facilidade. De evitar é também passar a roupa demasiado seca. Se não conseguir recolhê-la antes de excessivamente seca, borrife-a um pouco com água. Com um pulverizador/borrifador é mais rápido, mas pode recorrer à mesma função no ferro.

 

Dividir para conquistar

Sempre que tiver mais do que uma peça de roupa para passar, separe-as por temperatura recomendada, da mais baixa (peças delicadas, seda) para a mais alta (lençóis, algodão, linho, etc.). O ferro demora mais tempo a arrefecer do que a aquecer, por isso além de acelerar o processo, evita estragar roupa delicada.

Outra coisa que deve fazer é pendurar ou dobrar a roupa imediatamente após a passagem.

 

Na melhor direção

Quando passar a ferro, evite movimentos circulares e faça-o antes no sentido longitudinal, evitando assim deformar o tecido. No caso de rugas ou vincos mais teimosos, borrife com água ou produto específico para o efeito.

 

Pregas direitinhas

Para pregas perfeitas, passe-as de baixo para cima e da parte de dentro da prega para o exterior. Para as marcar melhor, pulverize com água ou spray tira-vincos ou engoma fácil.

 

Peças grandes

Lençóis, toalhas de mesa, cortinados, colchas passam-se mais facilmente se junto da tábua de passar colocar duas cadeiras como apoio para a parte já passada. Em alternativa pode passa-las sobre a mesa de jantar, desde que bem protegida para não a danificar com o vapor e/ou temperatura elevada.

 

Diga sim a uma boa tábua

Altura regulável, estabilidade, cobertura protetora acolchoada, feita de um material resistente e dimensão adequada à roupa que maioritariamente precisa de passar são características que deve procurar na altura de escolher/trocar a sua tábua de engomar. Além de facilitarem a tarefa de passar a ferro, evitam incómodos nas costas, por exemplo. Para aliviar as costas quando passa a ferro, sobretudo se for grande a quantidade de roupa, alterne de posição regularmente, passando de pé e sentado. Procure também fazer uma pausa por hora.

Se a carga de roupa o justificar, talvez seja de pensar em adquirir uma das vulgarmente designadas por tábuas ativas, que embora mais caras (a partir de 250-300 euros), facilitam monumentalmente a tarefa. É o caso da EOLO AS04, só para dar um de muitos outros exemplos possíveis, num vasto leque de preços. Vale a pena investigar!

 

Sabia que…

Quando na composição do tecido entra mais do que um material (algodão com fibras sintéticas, caxemira com algodão, etc.), deve selecionar a temperatura tendo em consideração o mais delicado para preservar a peça de roupa mais tempo?