Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Manter alguma liquidez

Saiba mais »

 | Manter alguma liquidez  | Manter alguma liquidez
Motores

Como escolher a oficina auto

Publicado em 04-02-2019 por Cofina Conteúdos

Antes de entregar o seu automóvel em mãos alheias, saiba o que deve procurar numa oficina para evitar dissabores.

Revisões periódicas, manutenção e reparação de avarias são questões que obrigam a levar regularmente o carro a uma oficina ou mecânico. Deste  espera-se que desempenhe um bom serviço, honesto e de preferência com uma boa relação qualidade-preço, não cometendo erros que possam vir a custar-lhe futuramente.

Procure informações e recomendações

Uma boa fonte de informação são os familiares e amigos ou mesmo colegas de trabalho, por isso não hesite em perguntar-lhes sobre o local onde costumam deixar os seus veículos e qual o grau de satisfação com os mesmos. A Internet é outro dos recursos à sua disposição. Alguns cliques permitem-lhe acesso imediato às opiniões de vários clientes e muitas vezes às classificações do serviço prestado.

Profissionais qualificados

Certifique-se que os serviços mecânicos são realizados por profissionais qualificados. Em caso de dúvida, não hesite em perguntar. A experiência dos mecânicos é outro dos fatores que deve ter em conta.

Serviços oferecidos

As oficinas não oferecem todas os mesmos serviços, sendo possível encontrar umas com uma oferta global de serviços e outras mais especializadas, como as de mecânica rápida e pneus, por exemplo, ou chapa e pintura, carroçaria e mecânica, etc. Veja a que melhor responde às suas necessidades.

Compare preços

Dada a oferta no mercado, é possível encontrar oscilações mínimas de preços, mas pode deparar-se também com uma grande variedade de preços para o mesmo serviço. Se bem que a tendência seja normalmente fugir dos valores mais elevados, é necessária alguma atenção se forem muito baixos, o que pode indicar que a qualidade das peças é inferior à esperada. Em caso de dúvida, pode sempre exigir ver as peças ainda na embalagem e acompanhar a sua montagem.

Aspeto

As aparências podem iludir, é verdade, mas mesmo apesar de só conseguir encontrar uma oficina imaculada no dia da abertura ao público, uma oficina imunda e caótica levanta sempre algumas dúvidas quanto ao serviço prestado. A forma como é mantida reflete sempre um pouco o serviço prestado. Desconfie… a não ser que as informações sejam excelentes e de confiança.

Orçamento claro

Ao pedir um orçamento, este tem de ser claro e explícito quanto ao serviço prestado, discriminando os custos de cada aspeto do mesmo, incluindo o valor das peças e da mão de obra.

Garantia sempre

As oficinas estão obrigadas a oferecer garantia. Se não for o caso, o melhor é dar meia volta e entregar o seu veículo noutro estabelecimento.

Tome nota

Nunca dê carta verde a reparações sem um orçamento prévio e autorizado, a não ser que a relação com o mecânico já seja longa e de absoluta confiança e mesmo assim qualquer “surpresa” menos agradável deverá ser sempre informada. No período da garantia de fábrica, o ideal é optar as peças originais – o preço pode ser superior, mas vale mais a pena.