Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Prever as suas despesas

Saiba mais »

 | Prever as suas despesas  | Prever as suas despesas
Casa

Como ler o extrato do seu cartão de crédito?

Publicado em 27-02-2019 por Cofina Conteúdos

Ler de forma atenta e cuidada os extratos dos cartões de crédito, é essencial para uma correta gestão do seu orçamento e para evitar situações de sobre-endividamento.

Saiba ao que deve estar atento:

Informações nos extratos dos cartões

Deve ler com atenção as informações que constam nos extratos dos cartões de crédito. Ou seja, os documentos que reúnem todos os movimentos que fez durante um determinado período e que lhe são enviados regularmente pelo seu banco/instituições financeiras. Desta forma poderá evitar situações de sobre-endividamento e detetar eventuais situações de fraude.

Datas

Deve ter atenção às seguintes datas quando vê o seu extrato de cartão de crédito:

  1. Data de início e fim do período a que se refere o extrato;
  2. Data limite de pagamento, de forma a assegurar que tem fundos suficientes na sua conta;
  3. Data limite para alterar o montante do pagamento por alguma razão;
  4. Data dos movimentos.

Montante

O montante do pagamento a fazer depende da percentagem do montante em dívida escolhida por si – 100%, 50%, 20% ou outra selecionada. Sempre que quiser alterar este valor, precisa de saber qual a data limite para o fazer. Se optar pela totalidade, não paga juros. Caso opte por pagar apenas o mínimo obrigatório ou apenas uma percentagem, ser-lhe-ão cobrados juros sobre o dinheiro em dívida.

Movimentos

Preferencialmente deve guardar os recibos de todas as transações realizadas com o seu cartão de crédito e usá-los para conferir os movimentos apresentados no seu extrato. Isto permite-lhe ter uma noção mais clara dos seus gastos. Esta prática é também uma estratégia positiva, caso necessite de cortar algumas despesas para aumentar as suas poupanças, reduzir eventuais dívidas ou, por exemplo, conseguir realizar um projeto, como uma viagem, comprar um carro novo, entre outros.
Estar atento aos movimentos ajuda-o, igualmente, a detetar eventuais situações de fraude. Caso lhe aconteça uma situação destas deve, em primeiro lugar, contactar o serviço de apoio ao cliente da instituição financeira. E, posteriormente, denunciar o acontecimento às autoridades competentes.

Saldo

O extrato do seu cartão de crédito indica não só o montante do valor em dívida, bem como o saldo disponível para transações futuras. Se optar por pagar uma percentagem do valor em dívida e não a totalidade, o saldo disponível será naturalmente inferior, algo que deve ter em conta para evitar surpresas.
Analisar o valor em dívida, tendo em conta o seu orçamento familiar é um exercício que deve fazer para evitar sobressaltos financeiros e prevenir e/ou corrigir situações de sobre-endividamento atempadamente.

Sempre que tiver dúvidas, não hesite em contactar a sua instituição financeira!