Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Cortina Header
  Gestão Orçamental

Tenha consciência dos seus proveitos e dos seus gastos

Saiba mais »

 | Tenha consciência dos seus proveitos e dos seus gastos  | Tenha consciência dos seus proveitos e dos seus gastos
Lifestyle

De férias com a família sem esvaziar a carteira

Publicado em 27-05-2019 por Cofina Conteúdos

Planear férias com restrições de orçamento não tem necessariamente de se tornar um filme de terror, longe disso! Ficam algumas dicas para passar uns dias memoráveis sem grandes danos nas poupanças.

Fazer férias quando o orçamento familiar se encontra “apertado” não são impossíveis, se é isso que está a pensar; exigem sim um planeamento mais cuidado, o que não impede dias bem passados “para mais tarde recordar”.

Comece por fazer contas e definir o orçamento que pode despender para férias. Isto é o ponto de partida para definir quanto tempo poderá passar fora e onde. Convém depois explicar a toda a família que o dinheiro alocado para as férias é limitado e que por isso é necessária um esforço coletivo de todos de contenção com os extras.

Destinos muito populares…

… são de evitar, uma vez que os preços tendem a ser inflacionados, especialmente nas épocas mais altas. Se os compromissos escolares dos seus filhos o permitirem opte por alturas menos concorridas, caso contrário os dias logo a seguir ao fim das aulas ou antes do início das mesmas podem trazer algumas oportunidades. Experimente!

Quase sem sair de casa

A oferta de atividades culturais, recreativas e desportivas – gratuitas muitas delas – é vasta atualmente em todo o país. Só tem de procurar. Se o seu orçamento não lhe permite ir “longe”, há ainda assim muito que fazer. Consulte as agendas online dos municípios nas redondezas, explore as festas e feiras locais, os espetáculos, exposições.
Consultar os guias turísticos locais e (re)descobrir a zona onde reside ou arredores é outro exercício que pode e deve fazer. Transforme-se em turista e visite as atrações locais. Garantimos-lhe que vai descobrir muita coisa que ainda não conhecia. Aproveite as ciclovias, alugue – ou levem as vossas – bicicletas, trotinetas, etc. e parta à aventura.

Ao “relento”

Acampar é uma alternativa económica a considerar quando o objetivo é não gastar muito dinheiro. As condições oferecidas pelos parques de campismo são cada vez melhores e fazem desta uma solução bastante atrativa para toda a família, mais novos incluídos, que além de Wi-Fi, encontram espaços de lazer e convívio bastante completos.
O material necessário é atualmente também muito acessível, havendo sempre a possibilidade de o pedir emprestado ou adquirir em segunda mão. Hoje em dia, encontra na maioria dos parques de campismo alternativas de alojamento, como bungalows, por exemplo, que apesar de mais caras do que a opção da tenda, proporcionam mesmo assim férias mais em conta.

Parques naturais

De norte a sul de Portugal, é longa a lista de parques naturais que merecem a sua visita, assegurando-lhe horas, senão mesmo dias de intensa comunhão com a Natureza, com vistas fantásticas, locais belíssimos para se banhar e/ou fugir do calor e atividades desportivas para todos.
E já que falamos de Natureza, não podemos deixar de aconselhar os vários passadiços abertos ao público por este país fora. Dos Passadiços do Paiva e do Sistelo aos do Osso da Baleia, dos do Alamal aos da Foz do Arelho, entre outros, há muito por explorar.
Sem precisar de se deslocar muito mais, Espanha tem também uma vasta oferta de parques que farão as delícias de todos.

Uma aventura sobre rodas

Os passes a preço único – ou quase – vieram revolucionar as deslocações neste cantinho à beira-mar plantado e são uma oportunidade única de conhecer o que o rodeia com um investimento que se for bem aproveitado é mínimo. Parecendo que não, são muitos os destinos incluídos (no futuro preveem-se mais) – veja-se o caso da área de Lisboa – e muitos os meios de transporte.

Reduzir gastos com alimentação

Habitue-se a viajar com garrafas de água reutilizáveis, que possa encher na torneira, fontes de água potável ou bebedouros. A água engarrafada para toda a família, mesmo adquirida num supermercado, sobretudo em épocas de maior calor, representa uma despesa significativa perfeitamente evitável. Prefira alojamentos com frigorífico e onde possa preparar refeições, inclusive para levar (fruta, iogurtes, sanduíches, ovos cozidos, etc.) – as refeições feitas em restaurantes, snack-bares ou mesmo fast-food, todas somadas pesam na carteira, como pode facilmente confirmar.