Powered by

Cetelem
Notas em Dia
Ajude a proporcionar um Natal melhor a quem precisaAjude a proporcionar um Natal melhor a quem precisa

Ajude a proporcionar um Natal melhor a quem precisa

Ajude a proporcionar um Natal melhor a quem precisa

A quadra natalícia chegou e o espírito de Natal está presente: a partilha, a entreajuda e a solidariedade. E neste ano tão difícil, estes sentimentos ganham uma outra dimensão, sendo importante que cada um de nós ajude, na medida do possível, a transformar o Natal daqueles que mais precisam.

Alugue um pinheiro Bombeiro

Se quer ter um pinheiro verdadeiro na sua casa, ajudar o ambiente e apoiar os bombeiros voluntários, o pinheiro bombeiro une o útil ao agradável. A iniciativa da Rnters, que vai já no quarto ano, permite que se aluguem pinheiros naturais, que são cortados com o objetivo de limpar o terreno e prevenir incêndios, contribuindo com cinco euros para a compra de material profissional para os bombeiros voluntários.

Pode alugar o seu pinheiro no site oficial ou através da app planeta zero da EDP Comercial – onde, além do valor doado aos bombeiros, a EDP doa um pinheiro bombeiro a uma instituição de solidariedade por cada pinheiro alugado.

Este ano, a campanha tem uma novidade: os enfeites solidários, que pretendem angariar ainda mais receitas para os Bombeiros Voluntários Portugueses. Vendidos em packs de 5 ou de 25 enfeites, podem ser adquiridos no site, na Lx Factory ou num posto da Galp aderente, que podes consultar no site da iniciativa.

“Apadrinhe” uma criança

Há vários anos que os CTT se associam a instituições de solidariedade para proporcionar um Natal mais feliz a crianças desfavorecidas com idade até 12 anos, que escrevem cartas ao Pai Natal a descrever o presente que gostariam de receber. Quem quiser participar nesta iniciativa só tem de escolher, até dia 6 de janeiro, uma ou mais destas cartas identificadas numericamente, já disponíveis no site Pai Natal Solidário, adquirir o presente desejado e entregá-lo em qualquer uma das estações dos CTT no país, de onde o mesmo é enviado para a respetiva instituição.

Nota: o presente tem de ser novo e corresponder ao que é pedido pela criança que se escolher “apadrinhar”. Para proteção das crianças, os envios são anónimos, não se podendo por isso entregar os presentes embalados; são os CTT que o fazem.

Natal (ainda mais) Solidário da Cáritas de Coimbra

Devido ao aumento significativo de pedidos de apoio alimentar provocado pela pandemia, a Cáritas Diocesana de Coimbra está a pedir ajuda para conseguir fazer chegar cabazes de Natal e brinquedos às famílias carenciadas que apoia. Se quiser apoiar esta iniciativa, pode entregar na sede desta instituição, situada no Areeiro em Coimbra, vales de compras, brinquedos novos até ao dia 4 de dezembro e produtos alimentares e de higiene até dia 16 de dezembro. Os cabazes serão compostos por diversos bens, tais como: bolo-rei, óleo, bolachas, feijão, grão, compota ou mel, produtos hortícolas, bacalhau, farinha, leite, atum, queijo, produtos de higiene, azeite, açúcar, cereais ou papas, salsichas, produtos congelados e brinquedos novos para as crianças.

Solidariedade em forma de presente

São várias as opções que existem para ajudar através de uns simples cliques.

Num ano que catapultou muitas famílias para uma situação de vulnerabilidade, agravando simultaneamente, a fragilidade de inúmeras outras, a FEC – Fundação Fé e Cooperação, apela à aquisição dos seus Presentes Solidários. Este ano, as receitas angariadas com estes presentes, que oscilam entre os 6€ e os 180€, destinam-se a apoiar crianças “no restabelecimento da vida escolar, garantir que pessoas que viram a sua atividade profissional ser fortemente afetada pela crise social e económica possam retomar atividades geradoras de rendimentos, garantir que crianças e jovens possam ter acesso a uma educação de qualidade, bem como outras medidas de promoção da higiene e proteção individual indispensáveis”.

Riscar nomes da lista de Natal e ao mesmo tempo ajudar famílias necessitadas, promover o desenvolvimento de comunidades ou proporcionar tratamento médico de animais abandonados ou necessitados é algo que também pode fazer de forma simples através de uma Compra Solidária.

Se pretender ajudar a Make-a-wish Portugal, instituição que ajuda crianças com doenças graves a realizarem os seus desejos, pode comprar um pack de 5 estrelas. Além das estrelas, pode contribuir com um Voucher Alegria (5€), um Voucher Sorriso (10€), um Voucher Esperança (20€) ou um pack de etiquetas de presente (2€).
Os Miminhos Solidários das Aldeias SOS, como os postais (1 = 1,20€; 10 = 10€), as caixas de bombons (10€ e 15€) ou livros (3€), podem ajudar a proteger e cuidar de crianças que perderam os cuidados parentais.

Um brinde como uma cerveja de edição especial limitada Super Bock x Vhils, em vidro escuro serigrafado, reverte na sua totalidade para a Fundação AFID Diferença. “Por cada garrafa vendida (50€), a Super Bock contribuiu com o mesmo valor, revertendo assim o dobro do valor a favor desta instituição”.

Para si e/ou para oferecer e ajudar a planear melhor o ano que se avizinha, ajudando simultaneamente a Animais de Rua a proteger e promover o bem-estar dos animais carenciados, a Agenda Solidária é uma boa aposta, especialmente por ser feita em papel reciclado e por incluir ilustrações da autoria de 14 artistas portugueses (Nuno Markl, Siza Vieira, Vhils, Matilde, A Miserável, entre outros). Custa 8,75€ e pode adquiri-la aqui, assim como outros presentes.

E motivos não faltam para adquirir as máscaras da Happy Socks (11,95€) e menos ainda para as usar. Aliam estilo à utilidade, têm design único e são sustentáveis e parte do lucro reverte para o Fundo Solidário em Resposta à Covid-19. A tudo isto se junta ainda o facto de serem ajustáveis, laváveis e reutilizáveis e incluírem bolsa para filtros descartáveis.

Bens de primeira necessidade

Informe-se junto da sua Junta de Freguesia ou paróquia, ou junto das instituições de solidariedade da sua área de residência ou de trabalho sobre os bens lhes falta, e junto de familiares e/ou amigos, pode tentar angariar os bens necessários.

Doe um pouco de si

Ofereça-se para fazer as compras, ir à farmácia ou fazer outros recados a familiares ou vizinhos idosos ou de risco, dê-lhes uma palavra amiga, ligue regularmente, surpreenda-os com uma refeição quente ou mesmo um cabaz de Natal, se dele precisarem. São tantas as pequenas (mas grandes) coisas que podemos fazer para tornar este Natal melhor.